Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Sensor de movimentos da Sony está muito à frente do seu tempo

Periférico é uma autêntica revolução de acordo com a companhia.

Paul Holman, vice-presidente da Sony Computer Entertainment Europe, declarou, em entrevista aos nossos colegas ingleses da Eurogamer, que considera que o sensor de movimentos, que a companhia apresentou durante a E3, é um periférico que está adiantado várias gerações em relação à concorrência actual entre plataformas.

Holman suporta a sua opinião com base com aquilo que sente sobre a indústria na actualidade. Para o executivo trata-se de uma questão de tempo para que a indústria evolua nesse sentido. "É um produto da próxima geração, ou até mesmo das próximas gerações. Há que jogar com ele para se ficar a conhecer as suas potencialidades."

O comentário de Holman vem defender a posição deste novo periférico, que desde que foi anunciado encontrou uma forte rivalidade entre a Nintendo e a Microsoft. A companhia está ciente de que os produtores vão necessitar de alicerces para saber se é apropriado começar a desenvolver produtos que façam uso da nova tecnologia.

"Os produtores querem saber quando é que vai ser lançado, se vale a pena começar a trabalhar com ela, ou se devem pelo menos considerar essa possibilidade."

Holman pediu paciência até que os planos da companhia estejam mais bem definidos, no entanto espera que as companhias comecem a trabalhar o quanto antes no projecto. Para ele não existe outra forma de encarar o futuro apesar de haver muitos utilizadores que criticam esta tecnologia por ser diferente do tradicional.

Marcado com

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários