Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Selena Gomez avança com processo de €9 milhões contra jogo de moda

Pelo uso não autorizado da sua imagem.

Clothes Forever - Styling Game é um jogo do qual provavelmente nunca ouviste falar e os responsáveis do jogo provavelmente preferiam que isso permanecesse assim.

No entanto, a actriz e cantora Selena Gomez decidiu avançar com um processo legal contra dos responsáveis pelo jogo mobile, alegando que a sua imagem foi usada sem qualquer autorização.

Segundo avançado pelo Variety, o processo legal exige $10 milhões (algo como 9.2 milhões de euros) pois um dos personagens em Clothes Forever - Styling Game é claramente inspirado na imagem de Gomez, que nunca foi informada "consultada ou questionada" sobre o uso da sua imagem.

A editora chinesa Guangzhou Fiedong Software Technology e o estúdio britânico MutantBox Interactive Limited, donos dos direitos legais do jogo, são os alvos deste processo submetido pelos advogados de Selena Gomez.

Clothes Forever - Styling Game estava disponível para dispositivos iOS através da App Store, mas foi removido.

O jogo permitia-te comprar pacotes de jóias por cerca de €92 e até prometia a possibilidade de te vestires ao estilo de uma "Kardashian, Gigi, Beyonce [e] Taylor", ou até homens sensuais como "Leo, Justin, Zac ou Messi".

Sim, Messi!

Os advogados dizem que Selena Gomez jamais aceitaria fazer parte de um jogo com este tipo de monetização e diz ainda que está repleto de erros, apresenta uma cotação de 3.5 estrelas, algo com o qual não a estrela não quer estar associada.

Imagem promocional do jogo à esquerda e uma sessão fotográfica de Selena Gomez para a Flare Magazine em 2015. Imagem da Variety.
Marcado com
Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários