Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Sega vende negócio das arcades devido ao coronavírus

Fim de uma era.

A Sega vendeu o seu negócio das arcades.

Num comunicado, a Sega Sammy Holdings Inc anunciou que vendeu a grande maioria (81.5%) da Sega Entertainment, o seu negócio das arcades japoneses, à Genda. O principal motivo é o impacto da COVID-19, que devastou por completo o negócio das arcades.

A companhia relata perdas significativas nas receitas neste ano fiscal e que apesar de uma melhoria recente, o futuro permanece incerto e tiveram de considerar várias opções para melhorar o lucro e recuperar.

"No processo, discutimos transferir as ações da SE para a GENDA, uma companhia com um forte desejo de expandir o seu negócio de Operação em Centros de Entretenimento e decidiu concluir a transferência de ações numa reunião de diretores."

O Siliconera avança ainda que os centros Sega Arcade permanecerão com esse nome, mesmo após a passagem para a Genda.

Numa entrevista com a Famitsu, a Sega confirma que continuará a desenvolver jogos para arcade, mas não será mais responsável por gerir o negócio.

Marcado com
Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários