Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Sega admite falta de qualidade na anterior geração

Diz que se vai focar na qualidade.

Numa entrevista com o MCVUK, Jurgen Post, responsável máximo pela Sega of Europe, admitiu que a companhia não esteve muito bem na anterior geração, o que resultou num decréscimo da qualidade no seu catálogo.

Falando da anterior geração e o que podem esperar os fãs do futuro, Prost declarou que foram apanhados pelo ímpeto do momento que a Nintendo Wii criou e pensaram na quantidade ao invés da qualidade.

"Fomos um pouco oportunistas, assinámos muitos jogos e fizemos coisas que não eram necessariamente muito boas. Houve uma altura em que podias vender muitos produtos, por exemplo na Wii, mas esse mercado desapareceu. Hoje, se quiseres sobreviver terás de te focar na qualidade," disse o presidente da Sega Europe.

"Queremos criar jogos que sejam muito bons e que tenham uma vida longa," acrescentou ainda Prost a respeito da vontade da companhia para o futuro.

Tal como muitas companhias Japonesas, a Sega teve dificuldades em encontrar terreno firme na anterior geração. Os desejos é que se consiga recompor e apresentar títulos gloriosos.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes