Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Saboteur 2 estava nos planos da Pandemic

Mas o projecto nunca ganhou pernas.

Uma sequela de The Saboteur, um jogo em mundo aberto que decorre em França durante a invasão da Alemanha na Segunda Guerra Mundial, estava nos planos da Pandemic Studios.

The Saboteur foi lançado em 2009, mas os planos para a sequela só foram revelados recentemente por Morgan Jaffit, que trabalhou no estúdio Australiano da Pandemic antes do seu encerramento.

Morgan Jaffit revelou durante podcast do Gamehugs que a Pandemic ofereceu-lhe um cargo no estúdio de Los Angeles no início de 2009. Jaffit, que supostamente iria assumir o papel de director criativo no DLC de Saboteur e na sequela, trabalhou no estúdio de Los Angeles durante uma semana, mas depois desistiu.

"Enquanto estava na Pandemic LA, apercebi-me que eles tinham sido completamente esventrados pelo processo da EA e ninguém podia tomar uma decisão. Várias conversas acabavam em "bem, tenho que falar com um director criativo". Mas depois o director criativo tinha que falar com Andrew Goldman, o CEO, e Greg Borrud, o director de produção, e assim em diante," confessou Jaffit.

"Depois o processo fazia com que fossem atropelados pelas forças da EA que não estavam relacionadas com o desenvolvimento, como pessoas do marketing ou Frank Gibeau, presidente dos EA Studios, ou quaisquer outros idiotas inúteis e perigosos."

Depois de uma semana no estúdio, e de ver como as coisas funcionavam, Morgan Jaffit desistiu, pois não sentiu que teria controlo criativo sobre o projecto.

Marcado com

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários