Skip to main content
Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Rússia vai multar jogadores de The Last of Us e outros jogos por serem 'propaganda LGBT'

Assassin's Creed na lista de jogos proibidos.

A Rússia tem políticas muito duras em relação à comunidade LGBT e esta censura vai começar a atingir o mundo dos videojogos.

De acordo com o The Gamer, o governo russo de Vladimir Putin aprovou em 2013 a chamada Lei Russa contra a propaganda homossexual que, segundo as autoridades, pretendia proteger os menores "de informações que pretendem negar os valores familiares tradicionais." Por outras palavras, qualquer tipo de referências a relações homossexuais ou bissexuais seriam banidas.

Agora, esta lei foi expandida, aplicando-te também aos adultos. Indivíduos que violarem a lei enfrentam multas de até 400.000 rublos (cerca de £5.200/$6.400), enquanto que as organizações podem ser multadas em até 5 milhões de rublos (£64.825/$79.000).

A política russa Yana Lantratova ofereceu uma lista específica de jogos em novembro que incluem conteúdo gay agora proibido pela lei alterada.

  • Assassin's Creed
  • Assassin's Creed: Brotherhood
  • Assassin's Creed: Rogue
  • Assassin's Creed: Syndicate
  • Assassin's Creed Odyssey
  • Borderlands
  • Divinity: Original Sin 2
  • Dragon Age: Origins
  • Dragon Age: Inquisition
  • Life Is Strange
  • The Last of Us
  • The Last of Us: Part 2
  • Fallout
  • Apex Legends
  • RimWorld
  • Overwatch

Vale a pena notar que esta nova lei não se aplica apenas a videojogos, proibindo temáticas LGBT em filmes, TV, livros, música e teatro.

Fonte: The Gamer

Lê também