Skip to main content

Rumor - PlayStation deixa Japão de lado para o lançamento da PS5

País perdeu a importância de outrora para a marca.

A performance da PlayStation 4 no Japão e a mudança da sede para a Califórnia, nos Estados Unidos da América, fizeram com que o Japão perdesse a sua elevada importância para a PlayStation.

Segundo avança o Bloomberg, o Japão ficou mesmo de lado dos esforços promocionais para a PlayStation 5 e as equipas de desenvolvimento na PlayStation Japan Studios perderam parte dos seus funcionários.

A Sony Interactive Entertainment America está a ficar mais forte e a sua influência cresceu imenso ao longo dos últimos 4 anos, consoante luta por uma estrutura global centralizada. Isto resultou no despedimento de diversos funcionários na Europa e segundo o Bloomberg, o mesmo aconteceu no Japão, especialmente devido a desilusão nas vendas da PS4.

A SIEA ficou alegadamente frustrada com a forma como a divisão japonesa tratou o marketing da PS4 no Japão, especialmente porque foram vendidas menos consolas do que a PS3.

Diversos funcionários da PlayStation Japan disseram ao Bloomberg que ficaram de lado dos planos para o lançamento da PS5 e que continuam à espera das ordens vindas dos Estados Unidos. Isto também teve impacto no desenvolvimento de jogos.

A PlayStation Japan Studio, responsável por jogos como Bloodborne, Astro's Playroom e The Last Guardian não renovou o contrato de diversos funcionários pois a SIEA acredita que não precisa de ter sucesso no Japão para o seu negócio crescer.

Em reação ao Bloomberg, Natsumi Atarashi da Sony disse que o Japão continua a ser um mercado extremamente importante e que é incorreto dizer que a a SIE está a tirar importância ao Japão.

Nos últimos anos, os maiores sucessos da PlayStation foram desenvolvidos no ocidente, mas jogos como Astro ajudam a revelar o talento que existe entre os criativos japoneses.

Lê também