Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Rumor: Microsoft receberá aviso da UE pela aquisição da Activision Blizzard

Terá de fazer concessões.

A Microsoft continua debaixo de escrutínio depois de anunciar o negócio para adquirir a Activision Blizzard, uma das maiores editoras de videojogos que existe.

Com fortes protestos da PlayStation, a Google e a Nvidia a mostrarem preocupações, e com a FTC a afirmar que vai avançar com um processo, agora é a vez da União Europeia de dar a sua "tacada".

A Reuteurs publicou, com base nas suas fontes, que a Microsoft vai receber um aviso antitrust da União Europeia por causa da aquisição da editora.

Em princípio, se a Microsoft quer que o negócio avance, terá de fazer concessões para garantir a livre concorrência.

A lista completa de preocupações da UE deve chegar às mãos da Microsoft antes de 11 de Abril, que é a data final para que o organismo aprove ou renuncie a aquisição.

Em resposta à notícia da Reuteurs, a Microsoft comentou o seguinte:

"Continuamos a trabalhar com a Comissão Europeia para abordar quaisquer preocupações de mercado. O nosso objetivo é trazer mais jogos para as pessoas, e este negócio vai aprofundar esse objetivo."

Se o negócio for aprovado, a Activision Blizzard será a segunda editora a ser "engolida" pela Microsoft, que também já adquiriu a Bethesda.

Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários