Skip to main content
Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Reviews da Comunidade - Dying Light 2 Stay Human

O vosso veredito sobre o segundo apocalipse zombie!

Dying Light 2 Stay Human - Review da Comunidade Eurogamer Portugal

Aqui estão as primeiras reviews da Comunidade Eurogamer Portugal. Como referimos, queremos ler e publicar as vossas próprias reviews aos jogos que acabaram de ser lançados e, claro, que estejam a jogar e a dedicar vosso precioso tempo.

Embora as reviews da crítica especializada como o Eurogamer.pt sejam importantes para dar aos jogadores uma forma de saber o que esperar de um jogo antes do lançamento, sentimos que é crucial dar voz aos jogadores, que podem trazer perspetivas diferentes e até sublinhar detalhes que podem ter passado despercebidos.

O jogo escolhido desta semana foi Dying Light 2 Stay Human da Techland, lançado no passado dia 4 de fevereiro de 2022, que foi também por nós analisado, por Adolfo Soares.

Fica atento porque iremos brevemente revelar qual o próximo jogo a ser analisado por vocês!

Ver no Youtube

João da Silva aka Shiruka

Dying Light 2 segue os passos da prequela, sem inovar de forma muito drástica, no entanto, as áreas em que muda fazem a diferença. Uma melhoria gráfica, combate clássico e com um parkour igualmente incrível. Na pele de Aiden, com vários caminhos possíveis, a sequela apresenta uma história interessante e um mapa bastante grande e com bastantes atividades para fazer e locais para explorar.

A performance na PS5 é impecável (modo performance) e encontrei poucos bugs ou glitches, sendo os que encontrei mínimos como zombies desapareceram imediatamente depois de morrer ou inimigos mortos mas que ainda se mexem. Tendo em conta o apoio da Techland com o Dying Light 1 também podemos esperar bastante conteúdo extra durante os próximos anos. Finalmente, Dying Light 2 é divertido e mostra que não é necessário mudar uma fórmula se essa resultou durante tanto tempo.


Alvaro Costa

O regresso da "Luz Morrendo" trouxe de volta o mesmo espirito do seu antecessor. Desde a banda sonora à atmosfera, passando pelo combate e pelos famosos twists de enredo, está tudo lá.

Um dos poucos defeitos que aponto é o sistema ragdoll dos inimigos, o que torna tudo um combate tipo Dragon Ball, onde estes são projetados a "milhas de distância". Graças aos Deuses dos Mods, cedo no jogo corrigi este aspeto negativo. A física do anterior Dying Light é muito mais realista/ melhor. O efeito blurry dos gráficos e a performance, em termos de FPS, é outro dos pontos negativos. Nem todos podemos ter placas gráficas topo de gama e este jogo ainda não está otimizado o suficiente. Oxalá os próximos patchs corrijam estes pormenores.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Dying Light 2 Stay Human

PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X/S, PC, Nintendo Switch

Related topics
Sobre o Autor
Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.
Comentários