Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Que Selo darias a The Callisto Protocol?

Mais uma vez, queremos saber a tua opinião.

The Callisto Protocol foi lançado a 2 de dezembro passado, sendo um jogo imensamente aguardado por quem adora jogos de terror e ficção científica. Foi até intitulado como o sucessor espiritual de Dead Space, a própria produtora o disse (Striking Distance Studios).

O que se verificou no momento em que as análises começaram a ser publicadas, foi que todo o alarido em seu redor não passou apenas de um hype exagerado, já que o trabalho final não conseguiu cumprir com todas as promessas.

Está agora na altura de deixarem aqui a vossa opinião e respetiva avaliação com um dos nossos Selos. Podem-no fazer através da secção de comentários e na votação que está ao vosso dispor mais em baixo.

As opções são as que estão em vigor no Eurogamer Portugal, com os Selos de A Evitar, Sem Selo, Recomendado e Obrigatório ao vosso dispor.

Para quem não estiver inteiramente esclarecido sobre o que cada um significa, podem sempre consultar a nossa Política de Análises.

Na nossa análise, efetuada por Adolfo Soares, o jogo da Striking Distance Studios ficou Sem Selo.

"Não o consigo recomendar, e apesar de alguns bons momentos, estes não são suficientes para fazer esquecer as suas evidentes lacunas. Linear pela negativa, sem desafios extra (puzzles), é ir buscar determinada coisa para abrir outra coisa com uns monstros pelo caminho. Há uma falta de conteúdo empolgante e momentos de apoteose. Pela falta de tempo ou porque não havia mais orçamento, sei que The Callisto Protocol é um trabalho com um fardo enorme às costas, Dead Space. Por vezes parece um trabalho acabado à pressa para entrar na janela de vendas da época natalícia que se avizinha. Tenho mesmo muita pena."

Outras votações da Comunidade:

Sobre o Autor
Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários