Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

PSP vai ter neste ano o dobro ou triplo de jogos que teve no ano passado

Presidente da SCEE confirma em entrevista.

A PSP sofreu durante o ano de 2008 um dos seus piores momentos no que diz respeito ao lançamento de videojogos, um facto que foi confirmado por David Reeves, apesar de garantir que se trata de uma situação que irá melhorar drásticamente a partir de agora.

Numa mega entrevista à Eurogamer, David Reeves disse que, "Agora posso dizer abertamente que o catálogo para 2009 é duas a três vezes mais forte do que foi no ano passado."

"A competição chegou a um ponto em que as editoras tiveram que publicar para quatro consolas, sem esquecer o PC. No Japão muitas editoras apostaram na PSP. Por isso jogos como Monster Hunter, Phantasy Star Portable e Dissidia tiveram um grande impacto naquele território. No entanto, isso não aconteceu na Europa."

A consola deixou de receber novidades de uma forma constante a partir de Agosto, algo que Reeves diz que não irá acontecer este ano. "Ficámos sem jogos perto de Agosto e Setembro. Não tínhamos um Monster Hunter nem um Dissidia, mas provavelmente a partir de Março até Julho vão ver aparecer jogos com a mesma qualidade."

O presidente da SCEE foi confrontado com uma pergunta complicada quando o site comparou os 185 jogos que estão planeados para serem lançados este ano na Nintendo DS contra os 44 da PSP. Reeves respondeu que, "Tudo depende da qualidade não é verdade? As pessoas chegam à DS e querem competir contra os títulos first-party da Nintendo, e isso é algo díficil."

"É como quando tu vês rapazes de 6 anos a jogar futebol, e vês que todos vão a correr atrás da bola no campo todo. Às vezes as produtoras e as editoras fazem isso, e foi isso que fizeram com a DS."

Marcado com

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários