Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Phil Spencer trabalha para ter mais jogos japoneses na Xbox

Sabe que tu queres isso.

Phil Spencer, líder da Microsoft Gaming, esteve no Tokyo Game Show 2022 acompanhado por Sarah Bond, vice presidente do ecossistema gaming na Microsoft, para descobrir mais sobre futuros lançamentos, apresentar novidades e falar com criadoras japonesas.

Além disso, também participaram em conversas e entrevistas, nas quais foram questionados sobre a chegada de mais jogos japoneses às consolas da Microsoft Gaming, algo que continua a ser uma missão para Spencer.

"Estamos a trabalhar para criar tais títulos," disse Spencer ao Game Watch (obrigado VGC) após ser questionado pelo desejo de mais jogos japoneses originais nas suas consolas.

"Não é pedir demasiado. Acabamos de nos encontrar com o senhor kojima da Kojima Productions e muitos outros criadores japoneses para falar sobre trazer os seus jogos singulares para a Xbox."

"Sabemos que muitos fãs de jogos querem isso. Também sabemos do desejo comum de jogos japoneses. Estamos a trabalhar para criar tais títulos, por isso fiquem atentos."

Numa outra entrevista, com a Famitsu, Spencer comentou sobre o mesmo assunto que tem imensos amigos a criar jogos no Japão e conversa regularmente com eles sobre o que precisam para entrar na sua plataforma. Escutaram o feedback, melhoraram, a confiança aumentou e receberam mais jogos.

"Penso que esse ciclo de feedback resultará em muitos mais jogos japoneses no futuro e estou contente com esta tendência."

"Conheço o senhor Kojima há imensos anos. Ele tem novas ideias sobre experiências de jogo e decidimos formar parceria com ele pois queremos dar-lhes vida na nossa plataforma."

Spencer disse ainda que ficou empolgado ao ver o projeto, que está nas suas fases iniciais.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários