Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Phil Spencer diz que é inevitável e positivo a PlayStation apresentar concorrência ao Game Pass

O mais importante são os jogadores.

Phil Spencer considera que é positivo e inevitável a PlayStation apresentar concorrência ao Game Pass, o popular serviço que se tornou na face da divisão de videojogos da Microsoft.

Em conversa com Ryan McCaffrey do IGN, Spencer foi questionado sobre o que pensa de Spartacus, o novo patamar do PlayStation Plus ou até mesmo novo serviço da PlayStation que permitirá acesso a jogos de várias gerações na PS5 e PS4.

Spencer respondeu que "como sabes, muitas destas coisas cruzam umas com as outras, da retrocompatibilidade como forma de de construir uma biblioteca de jogos que lançamos em simultâneo na consola e PC, sabendo que o Game Pass virá e queremos levar o Game Pass a múltiplas plataformas, todas estas decisões amontoam-se umas em cima das outras."

"Não quero parecer que já descobrimos como tudo funciona, mas penso que a resposta certa é permitir aos nossos clientes jogar os jogos que querem jogar, onde querem jogar e dar-lhes a oportunidade de escolher como querem construir a sua biblioteca e ser transparentes com eles sobre quais são os nossos planos em termos das nossas iniciativas para o PC e iniciativas cross-gen e outras coisas."

"Por isso, quando ouço que outros estão a fazer coisas como o Game Pass ou a vir para o PC, faz sentido para mim pois penso que é a resposta correta."

Spencer diz ainda que a Sony querer o seu Game Pass não é uma forma de validação para os esforços da Xbox, apenas um sinal que se trata de algo inevitável e que o mais importante é continuar a inovar.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários