Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Phil Spencer defende que jogadores sejam banidos em todas as redes

Para diminuir a toxicidade nos videojogos.

A toxicidade nos videojogos é algo que tem sido debatido desde há muitos anos, e recentes desenvolvimentos têm contribuído para que sejam tomadas novas abordagens.

Phil Spencer, patrão da Xbox, abordou o tema num recente podcast no New York Times Sway, obrigado wccftech, tecendo algumas ideias algo radicais para melhorar o ambiente e diminuir a toxicidade entre jogadores.

A anfitriã do podcast Kara Swisher perguntou a Spencer o que ele gostaria de ver para melhorar as coias. Ele respondeu dizendo que gostaria que quando alguém bloqueasse um jogador ele ficasse bloqueado em todas as plataformas, para desse modo a pessoa que o bloqueou não volte a dar de caras com o mesmo jogador noutra plataforma.

"Sabem uma coisa que eu adoraria que pudéssemos [...] ser capazes de fazer - esta é uma tarefa difícil enquanto indústria - é que quando alguém é banido numa das nossas redes exista uma forma de os banir através de outras redes. Ou pelo menos como jogador, eu poder trazer a minha lista de utilizadores banidos, porque posso sempre bloquear as pessoas dos meus [jogos]. Adoraria poder trazê-los para outras redes onde jogo, este é o grupo de pessoas com quem escolho não jogar porque não quero ter de recriar isso em todas as plataformas onde jogo videojogos."

Acham que esta medida de bloqueios cross-plataforma iria diminuir a toxicidade nos videojogos?

Sobre o Autor

Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários