Skip to main content

Phil Spencer comenta a falta de versões Xbox de jogos japoneses

"Alguns estúdios não têm ligação à Xbox."

Image credit: Xbox

Algo ao qual os jogadores Xbox já se habituaram é que não existe consistência no que diz respeito aos lançamentos japoneses e apesar dos evidentes esforços da Microsoft para cativar mais criadores japoneses, muitas produtoras continuam a optar por não lançar versões Xbox de alguns dos seus jogos.

Em conversa com o Giant Bomb, Phil Spencer foi novamente questionado sobre a sua perspetiva neste assunto e partilhou que nem tudo pode ser explicado com acordos com as rivais, a rentabilidade dos projetos também é um factor que as companhias japonesas têm em consideração.

"Não é apenas uma coisa. Por vezes, são feitos acordos de negócio, por vezes a equipa tem um foco no qual simplesmente...'hei, apenas podemos apoiar duas ou três plataformas' e estão a reduzir o risco do desenvolvimento."

"Isto é real, cada plataforma que adicionas, adicionas mais trabalho para a equipa de desenvolvimento," acrescentou Spencer.

"Por vezes, é simplesmente uma equipa que não tem muita ligação à Xbox e não a veem na sua loja local de videojogos quando entram. É por isso que a nossa presença local com a Xbox, mesmo sem vender tantas consolas quando a concorrência, se entrares numa Yodobashi Camera, queremos ter uma secção Xbox, quero que existam jogos para mostrar."

Spencer diz que quer mostrar aos japoneses que a Xbox é uma plataforma de jogos e algo que veem diariamente. "Adoro o progresso que fizemos nos últimos 5 ou 6 anos lá, mas obviamente, ainda há muito trabalho para fazermos."

Lê também