Skip to main content

PETA encoraja uso de CGI após morte de cavalo em Rings of Power

De paragem cardíaca.

Uma situação triste aconteceu nas gravações da segunda temporada da série Lord of the Rings: Rings of Power. Um dos cavalos morreu durante a produção e a PETA, uma organização internacional que luta pelos direitos dos animais, pede aos criadores que mudem de estratégia e usem efeitos especiais.

De acordo com o The Hollywood Reporter, o cavalo morreu a 21 de março por paragem cardíaca. “Estamos profundamente tristes em confirmar que um cavalo da produção morreu”, disse um porta-voz da Amazon Studios. "O incidente ocorreu pela manhã, enquanto o cavalo estava a ser exercitado antes dos ensaios. O treinador não estava mascarado e as filmagens ainda não tinham começado."

Entretanto, a PETA lançou um comunicado a respeito da situação:

“Parece que viver no subsolo com os orcs é normal para os produtores de Rings of Power, porque eles têm a opção de usar CGI, equipamentos mecânicos e outros métodos humanitários que não levariam cavalos vulneráveis à morte no set.” disse a vice-presidente sénior Lisa Lange.

“A PETA está a pedir os criadores do programa - e todos os outros produtores - para assumir uma nova missão sem usar cavalos de verdade. Se eles não podem evitar a exploração de animais para a sua arte, devem encontrar um novo meio, porque ninguém quer ver um spin-off para a TV com uma temática de angústia.”, continua.

The Rings of Power está a filmar a sua segunda temporada há meses no Reino Unido e anunciou que muitos novos membros do elenco estão de regresso à série. A primeira temporada está disponível na Amazon Prime.

Lê também