Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Pachter diz que foi alvo de uma entrevista irresponsável

Pachtodamus diz que lhe colocaram palavras na boca.

Michael Pachter agitou a internet após afirmar em entrevista que os jogadores PC são como os racistas, mas agora esclarece que foi alvo de um trabalho irresponsável, por parte de quem tratou da conversa e do artigo, e que lhe colocaram palavras na boca.

Após a notícia se espalhar, Pachter dirigiu-se ao popular fórum NeoGaf, e comentou a situação, afirmando que nunca na vida usou o termo 'twit', e que até o termo racista surgiu após repetida insistência por parte do entrevistador.

"Usei o termo racista, absolutamente, mas apenas depois de me terem perguntado repetidamente o que queria dizer quando chamei insulares aos jogadores PC," disse Pachter.

"A cobertura foi irresponsável. Já fiz 6000 entrevistas nos últimos 15 anos (somos obrigados a registá-las), e de alguma forma, consegui esconder o meu lado preconceituoso até hoje...Não sei o que o jornalista estava a tentar fazer, a não ser agitar as águas."

"Sim, eu disse que a PS4 Pro provavelmente não irá apelar aos jogadores PC. O resto é simplesmente tontice," conclui o famoso analista que mais uma vez se vê envolto em controvérsia.

Marcado com

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes