Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Os ciclos tradicionais de consola terminaram, diz analista

Consolas lançadas a meio da geração mudaram as tendências.

O tradicional ciclo de consolas poderá não mais voltar e o impacto de consolas como a PlayStation 4 Pro e Xbox One X podem ter mudado para sempre a face desta indústria.

Mat Piscatella da NPD Group, que mensalmente te apresenta os dados das vendas de consolas e jogos nos EUA, afirmou que os ciclos de consolas como os conhecemos terminaram.

Quando revelou os jogos e consolas mais vendidos em Outubro nos EUA, Piscatella comentou as tendências e como cinco anos depois do início da geração existem jogos que continuam a quebrar recordes e existem maior diversidade no estilo de jogos entre os mais vendidos.

"Bem, a queda na curva da venda de hardware costumava ser como uma curva normalizada. Mudanças muito previsíveis de ano para ano," disse Piscatella.

"Tudo o que precisavas era das vendas do primeiro ano de uma nova consola e podias prever, usando a história, como seria a curva dos 5 a 7 anos, com grande aproximação."

"Agora, devido às derivadas (Pro e X) e à maior resposta dos consumidores às promoções, estamos a ver que essas curvas normalizadas já não são úteis."

"As vendas da Xbox One, por exemplo, estão tão dramaticamente elevadas para o sexto ano ou a PS4 a estabelecer novos recordes."

Os primeiros anos do ciclo de vida destas consolas pareciam normais, mas agora, diz Piscatella, as vendas estão altamente imprevisíveis e existem diversos novos factores.

"Altamente imprevisível é um mau termo. Isso implica algo aleatório, não é o caso. Apenas uma maior margem de erro nas previsões e permite uma precisão muito menor do que nas anteriores gerações."

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários