Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

O que mudou no combate de God of War Ragnarok?

Falámos com Mihir Sheth, o lead combat designer.

Para averiguar as alterações que o estúdio de Santa Monica fez no combate de God of War Ragnarok, falámos com Mihir Sheth, o lead combat designer, numa entrevista à distância.

Mihir Sheth não disfarça que Ragnarok é uma sequela do jogo de 2018 e, por isso, está assente nos mesmos pilares. A câmara continua extremamente próxima de Kratos, dando ao jogador uma visão privilegiada de toda a ação.

Porém, esta mesma câmara, tem uma visão limitada do campo de batalha. Não conseguimos ver os flancos nem tão pouco o que está atrás de nós, o que cria uma vulnerabilidade.

As particularidades da câmara foram um dos temas da nossa conversa com Sheth, que partilhou a visão da equipa connosco. Para o estúdio, saber controlar a câmara e manter os inimigos no campo de visão é uma habilidade.

Confere o vídeo acima para saberes tudo o que foi dito na entrevista.

God of War Ragnarok será lançado a 9 de Novembro para a PS4 e PS5. A nossa review será publicada às 16h00 de 3 de Novembro. Fica atento.

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários