Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

O que estamos a jogar - 30 julho

Sê sincero, o que andas a jogar?

Olá, estamos de regresso com a nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar.

Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento.

Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.

Ghost of Tsushima Director's Cut

Queria regressar a Gran Turismo 7 durante esta semana, mas um contratempo (problema num dos braços) retirou-me essa possibilidade. Posto isto, debrucei-me em avançar um pouco mais no fantástico Ghost of Tsushima, estava arrumado na prateleira devido à questão de sempre, falta de tempo para todas as ofertas das múltiplas plataformas a que temos acesso nos dias de hoje. Na realidade, por vezes a abundância é nossa inimiga, com tanta coisa ao nosso alcance deparamo-nos muitas vezes num limbo de indecisões que nos afastam de retirarmos aquele sabor especial que muitos títulos possuem. Optei então pelo já referido título da Sucker Punch, a ver se o acabo ainda em 2022.

Adolfo


Multiversus

A disponibilidade em beta aberta permitiu-me finalmente experimentar Multiversus e não esperava descobrir uma experiência tão divertida. Sim, é um Super Smash Warner Bros. Ultimate com algumas personagens loucas, a presença de Super-Homem, Batman e Bugs Bunny mostram desde logo o quão surreal pode ser um combate em Multiversus e enquanto jogo gratuito para jogar, tem todos os alicerces que precisa. Com controlos e movimentos simples, consegue entreter com combates intensos e que despertam alegria. É isto que preciso, diversão e descontrair com um videojogo para alternar com a intensidade de um Xenoblade Chronicles 3. O jogo crescerá ao longo do tempo com atualizações gratuitas, mas a base tem potencial.

Bruno


Forza Horizon 5

Prossegue a minha exploração em Forza Horizon 5, com novas localizações e desafios num mapa que começa a ganhar dimensões colossais. É verdade que muitos dos desafios que fazemos no jogo, à medida que o exploramos em profundidade, não divergem sobremaneira desde a proposta inaugural de Forza Horizon. Capaz de abarcar diferentes tipos de corrida e carros num mundo aberto, é no entanto nos ajustes da condução e em tornar melhor aquilo que anteriormente era muito bom, que este quinto jogo da série se distingue. É um jogo tremendo.

Vítor

Sobre o Autor

Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários