Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

O que estamos a jogar - 2 julho

Tripla a toda a velocidade.

Olá, estamos de regresso com a nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar.

Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento.

Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.

Returnal

Returnal voltou a ser a minha escolha para esta semana, confesso que fiquei completamente rendido ao trabalho da Housemarque, após o ter terminado. No seu cerne temos um roguelike extremamente difícil e desafiante, mas a sublime execução da produtora, ao dar ao jogador as ferramentas necessárias para o enfrentar, capacita-nos para superamos este colossal desafio e sentimo-nos recompensados como nunca. É uma dança perfeitamente sincronizada, com cada movimento feito no momento certo e cada disparo de uma importância capital. Quem ainda não o experimentou, tem agora uma boa oportunidade para o fazer, está no PlayStation Plus Extra/Premium.

Adolfo


Gran Turismo 7

Esta foi uma semana um pouco estranha, durante a qual desisti de dois jogos. LEGO Star Wars: The Skywalker Saga é realmente uma extremamente simples e adorável recriação dos 9 filmes numerados dessa saga, mas a simplicidade da experiência perdeu a graça a meio e desisti do jogo. O mesmo aconteceu com Eiyuden Chronicles: Rising, um jogo feito pelos criadores de Suikoden e um aperitivo para o jogo principal de 2023. Ao fim de 6 horas simplesmente não consegui sentir gosto em continuar a jogar e desisti. É muito simples e adorável, mas a experiência é repetitiva e não me estava a divertir. Perante isto, voltei a Gran Turismo 7 e à diversão de conduzir por Tóquio com um Skyline GT e ganhar créditos para comprar pinturas da Hatsune Miku. Não esperava ficar encantado com este jogo, mas desde o início de março que é uma das minhas grandes companhias.

Bruno


F1 22

A chegar um bocadinho mais cedo do que é habitual, F1 22 aí está para todos os aficcionados dos fórmulas mais rápidos do planeta. E em fim de semana de GP da Grã Bretanha, que por alguma razão, quero acreditar que vai ser entusiasmante, nada melhor do que acertar a afinação para uma corrida virtual. F1 22 é realmente um jogo para a nova geração. Novos monolugares, renovado modo carreira, supercarros e a admissibilidade da condução dos safety car (pena que não em corrida), reúne vários pontos de interesse de uma modalidade que continua a ganhar adeptos.

Vítor

Sobre o Autor

Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários