Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

O que estamos a jogar - 14 de Janeiro

Round 2 em 2023.

Olá, estamos de regresso com a nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar.

Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento.

Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.

Death Stranding: Director's Cut

Cover image for YouTube videoDEATH STRANDING DIRECTOR'S CUT PC - Launch Trailer - [ESRB] 4K

Sim, continuo por Death Stranding, a fazer uma progressão lenta na narrativa. Não é um jogo que consiga jogar durante longos períodos de tempo. É como se cada entrega virtual me deixasse mais cansado (não fisicamente, mas mentalmente) na vida real. Mas nem todos os jogos são para ser jogados intensivamente. Estou a adorar saborear a criação de Hideo Kojima lentamente, a desbloquear novas ferramentas que facilitam as entregas, e a ganhar confiança para enfretar os perigos deste mundo, sejam EPs ou Mulas.

Jorge


Elden Ring

Cover image for YouTube videoELDEN RING - Story Trailer

Continua a minha saga colossal no mundo de Elden Ring. Esta tem sido uma longa caminhada, que está na sua reta final. Confesso que tive dificuldades em alguns do bosses, nomeadamente na Malenia, Blade of Miquella e Maliketh, The Black Blade, que são para mim os mais difíceis de todo o jogo, mas lá os consegui superar. Vamos lá ver como será o final de todo este mundo criado pela FromSoftware e se haverá em mim vontade de dar continuidade através do new game +. Este gigantesco mundo aberto retira um pouco a vontade de repetir toda esta jornada, é mesmo descomunal.

Adolfo


One Piece Odyssey

Cover image for YouTube video

Após terminar One Piece Odyssey com 32 horas de jogo, já passei cerca de 14 horas a deambular pelos cenários, a cumprir tarefas opcionais e a encerrar os últimos capítulos pendentes relacionados com a narrativa principal. Após o final de One Piece Odyssey, fiquei com várias tarefas opcionais e Bounties para completar, sem esquecer que uma das missões opcionais em Dressrosa (não assinalada no mapa) dá um pequeno toque especial para a narrativa principal e apenas pode ser feita após o final.

Bruno

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Elden Ring

PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X/S, PC

Related topics
Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários