Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

O que estamos a jogar - 11 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

11 dezembro de 2021

Olá, bem-vindo a esta nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar. Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento. Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.


Clockwork Aquario

Tentar terminar Clockwork Aquario com um só crédito, recolhendo vidas extra sempre que é permitido a fim de lidar com os momentos mais complexos da campanha, é uma tarefa hercúlea. Mas os jogos arcade foram criados com este propósito, de testar os limites. É verdade que esta produção da Westone, agora publicada com o apoio da Inin Games e Strictly Limited, não é longa, o que torna mais fácil a façanha. Mas é dessa forma que tenho jogado este simpático jogo arcade de plataformas e acção.

Vítor


Halo Infinite

Esta foi a semana da chegada de Halo Infinite, obviamente que é o meu jogo de eleição para o que estou a jogar neste momento. Já acabei a campanha, segue-se a análise para muito em breve. O regresso de Master Chief, John-117, era muito aguardado, de facto sente-se a falta de Halo em boa forma, mas sobretudo, que seja digno do seu passado. O multijogador já tinha sido esmiuçado há algum tempo, chegou agora a campanha, depois do adiamento de um ano. O tempo disponível que a 343 teve serviu para aprimorar o conceito e, claro, melhorar o seu aspeto visual. Mas mais considerações da minha parte para mais tarde, agora é saborear o endgame e desbloquear todo o mapa, Zeta Halo.

Adolfo


FIFA 22

Por aqui ainda se continua a desfrutar de umas partidas de FIFA 22, mais especificamente de FUT 22, para tentar obter as moedas necessárias para comprar um jogador novo e melhorar a equipa, enfrentar adversários online e umas partidas com amigos. Apesar de todos os problemas, a busca pelas recompensas semanais e os objetivos constantes dão a sensação de um jogo vivo, sempre com algo novo a perseguir e com imensos objetivos que podem ser obtidos sem gastar dinheiro, como tanto é apregoado por quem não joga. Na edição deste ano, o FUT está mais dinâmico do que nunca, com algumas das cartas mais caras no lançamento já disponíveis por menos de 100 mil FUT Coins.

Bruno


Halo Infinite

É o grande lançamento que encerra 2021 e o mais importante da Microsoft nos últimos 12 meses. Não acompanhei a saga de Master Chief desde o início. Joguei o Halo 3 na Xbox 360, passei brevemente pelo multiplayer do Halo 5, e desde então que não voltei à série. Sendo uma espécie de reboot, tinha aguçada curiosidade neste capítulo. A 343 Industries acertou na jogabilidade, está divinal. A estrutura open world também é benéfica à experiência. Até agora, uma base sólida, mas com grande margem para melhorar.

Jorge

Sobre o Autor

Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes