Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

O que estamos a jogar - 10 dezembro

Svipdagr the Cold and the Sisters of Illska.

Olá, estamos de regresso com a nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar.

Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento.

Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.

God of War: Ragnarök

Mais uma vez não consegui terminar God of War Ragnarök, pouco tempo disponível para chegar ao tão desejado epílogo. Permaneci esta semana dedicado aos embates contra os Berserkers, sendo alguns deles bem complicados. Estive algumas horas em redor de Svipdagr the Cold and the Sisters of Illska, no modo de dificuldade Quero Sem Misericórdia. Não sei se foi pelo grau de dificuldade em que joguei ou se era eu que estava com nível ainda demasiado baixo para os enfrentar, mas foi mesmo uma tarefa hercúlea. Como não sou de desistir, lá consegui decapitar os três inimigos. Venham os próximos Berserkers.

Adolfo


Pokémon TGC Online

Estou ansioso para chegar a casa para experimentar a demo de Forspoken, mas como ando por Lisboa para a Comic-Con Portugal, o meu entretenimento tem sido Pokémon TGC Online, que já se tornou num vício! Esta semana comprei um novo baralho, o Mew VMax Battle League. A maioria das vezes que perdia no online era contra este baralho, por isso, se não podes vencê-los, junta-te a eles!

Jorge


God of War: Ragnarök

Com perto de 30 horas de jogo, estou na reta final deste espetacular título da Sony Santa Monica Studios. É um trabalho de excelência a todos os dias e um jogo super divertido, que faz as horas passar como minutos. Ao invés de seguir apenas no caminho principal, dei por mim interessado em explorar os locais e completar tarefas opcionais. O design está implementado de forma a não existirem atritos e és mesmo incentivado a explorar. Seja para obter prata, armaduras ou recursos para fabricar novas peças de equipamento. Existe até um pequeno toque Metroidvania com locais que apenas podem ser alcançados mais tarde.

Bruno


Neo Geo Mini

Lançada em 2018 pela SNK, a Neo Geo Mini foi primeira arcade a tomar uma forma mini, ao mesmo tempo representativa das congéneres reais arcades, que no caso da SNK operavam através dos cartuchos MVS. Aqui na versão japonesa, com uma estética algo próxima das japonesas, oferece 40 jogos, muitos dos quais incluídos no top 10 Neo Geo. Curioso que a SNK tenha optado por colocar os jogos nas versões AES, o que permite mais opções e escapar aos créditos na forma de colocação de moedas. Com as mais recentes mini candy cabs maiores, como a da Taito, é surpreendente como se joga bastante bem na mini da SNK, quer seja jogos de luta, como King of Fighters, Garou: Mark of the Wolves, ou shmups e run'n guns, com Metal Slug à cabeça. Com uma "power bank", a mini da SNK pode ser levada para qualquer lado, uma mesa de café ou uma mesa de hotel, reavivando assim as memórias das bons e antigos salões de jogos.

Vítor

Sobre o Autor
Adolfo Soares avatar

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Comentários