Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Números do streaming estão em queda desde o fim da pandemia

Apenas a Twitch saiu ilesa.

O website streamlabs revelou algumas estatísticas sobre o mercado do streaming, afirmando que o mesmo está a sofrer um abrandamento.

De acordo com o artigo, "a indústria está a sofrer um declínio nas horas assistidas, horas transmitidas, espetadores simultâneos em média e canais exclusivos" comparativamente ao ano passado.

O YouTube Gaming e Facebook Gaming sofreram uma ligeira quebra, se bem que a Twitch conseguiu valores mais altos em relação ao trimeste anterior.

O relatório dá uma série de razões para este decréscimo do streaming; por um lado, temos o facto dos efeitos da pandemia estarem a esmorecer, com as pessoas a regressarem aos seus empregos/escolas e, por consequência, ficando com menos tempo para entretenimento.

Por outro lado, é dada uma razão económica, com as pessoas a gastarem cada vez menos em plataformas de streaming em direto devido à economia global incerta.

Por fim, o artigo menciona o número cada vez maior de opções para entretenimento e gaming, incluindo novas plataformas que "roubam" clientela às principais plataformas.

O artigo revela ainda algumas estatísticas curiosas sobre o mercado do streaming. Por exemplo, “Just Chatting” é a categoria mais assistida na Twitch desde o terceiro trimestre de 2020; e o total de horas assistidas em todas as plataformas permaneceu estagnado em comparação com o trimestre anterior (8,057 mil milhões de horas no quarto trimestre de 2021 vs 8,061 mil milhões de horas no primeiro trimestre de 2022).

Sobre o Autor
Jorge Salgado avatar

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Comentários