Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

No Man's Sky ilibado da acusação de publicidade enganosa

Entidade Britânica diz que não foram quebradas as regras.

De acordo com um comunicado apresentado pela ASA, entidade que regula as normas e condutas publicitárias no Reino Unido, a Valve e a Hello Games não quebraram quaisquer regras nos seus esforços publicitários para o jogo No Man's Sky, também conhecido como um dos mais controversos lançamentos da história dos videojogos.

A ASA recebeu 23 queixas de consumidores, a respeito da página Steam de No Man's Sky em Setembro, declarando que esta publicitava funcionalidades e elementos gameplay não existentes no jogo. A entidade Britânica procurou descobrir se a página do jogo no Steam era enganadora, e agora a decisão revela que não.

Nas informações apresentadas para os resultados, a ASA diz que a Hello Games desde o início informou que a experiência era gerada processualmente, e não manualmente, e que a experiência poderia variar imenso de jogador para jogador. De igual forma, a ASA aponta para as indicações da Hello Games, que informava os seus consumidores que poderia ser extremamente difícil recriar com exactidão as cenas apresentadas dada a natureza do jogo.

A Hello Games apresentou sequências gameplay à ASA, nas quais demonstrou que as funcionalidades promovidas estavam presentes no jogo, e que até era possível jogar o jogo num PC com especificações não muito exigentes. Os responsáveis pelo jogo, enviaram 4 horas de gameplay onde revelavam o que a ASA precisava saber, e até utilizaram vídeos de terceiros, como meio de provar o que haviam escrito.

Os criadores de No Man's Sky também explicaram e provaram como a qualidade gráfica apresentada como exemplo na página do Steam, eram representativas credíveis da experiência de jogo. Sem esquecer que os resultados variam de acordo com as configurações de cada jogador e do seu equipamento, a Hello Games explicou ainda que promovem gameplay a 1080p30 quando na verdade é possível jogar a 1080p60.

Entre outras provas apresentadas pela Hello Games para se defender das acusações, a ASA decidiu que No Man's Sky não engana os seus clientes com as informações, vídeos e imagens apresentadas aos jogadores.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários