Skip to main content

Nintendo não quer falar da sua próxima consola

A Switch vende num ritmo fenomenal.

Image credit: Nintendo

A Nintendo está neste momento a celebrar o ritmo de vendas da Nintendo Switch, que ao contrário do que muitos poderiam pensar perante a inevitável chegada da sucessora, continua a vender bem e a bater previsões.

Com mais de 132 milhões de unidades vendidas, a Nintendo já vendeu 10x mais consolas Switch do que consolas Wii U, mas se todo este sucesso a deixa certamente a sorrir, também aumenta a pressão sobre a transição para a próxima consola, da qual a Nintendo nem sequer deseja falar.

A Nintendo está a vender mais consolas e jogos do que esperado, o dinheiro que está a ganhar ultrapassa as previsões dos analistas e tem nas lojas a sua consola caseira mais vendida de sempre. A Switch apenas perde para a Nintendo DS na lista de hardware Nintendo mais vendido de sempre e para a PS2 na lista de consolas caseiras mais vendidas de sempre.

Para Shuntaro Furukawa, presidente da Nintendo, a Switch revelou-se diferente das anteriores consolas da companhia pois "tem a capacidade de originar diferentes novos tipos de procura". Esta frase foi partilhada na apresentação com os investidores, na qual os executivos japoneses optaram por não falar da próxima consola.

O plano é focar na Switch pois "no hardware, ao continuar a transmitir o apelo da Nintendo Switch, tentamos colocar não apenas um sistema por casa, mas vários em todas as casas ou até mesmo um por casa pessoa."

"Outro objetivo é lançar continuadamente novas ofertas para mais consumidores continuarem a jogar na Nintendo Switch ainda mais tempo e maximizarmos as vendas do hardware. Para o software, lançamos Super Mario Bros. Wonder em outubro, como o primeiro jogo de deslocação lateral totalmente novo na série em quase 11 anos."

Detective Pikachu Returns, WarioWare: Move It!, Super Mario RPG e Pokémon Scarlet & Violet: The Hidden Treasure of Area Zero serão alguns dos principais focos da companhia para triunfar no Natal de 2023.

Lê também