Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Nintendo Land - Antevisão

Diversão e competição para a família.

Nintendo Land, juntamente com New Super Mario Bros U., constituem as grandes apostas da Nintendo em termos de títulos "first party" apontados para o lançamento da Wii U agendado para o dia 30 de Novembro. À semelhança do que sucedera com Wii Sports aquando do lançamento da Nintendo Wii, Nintendo Land serve como porta de entrada para um novo comando que irá renovar a experiência habitual dos jogos, agora que um ecrã passa a estar na posse de quem o segura. Na sua essência, Nintendo Land é um jogo orientado para o multijogador. Encarar Nintendo Land do ponto de vista de progressão individual é como ficar pela metade do potencial do jogo, não obstante a existência de alguns mini jogos de natureza singular.

Nintendo Land quer-se sobretudo com vários jogadores ligados à consola. É o jogo talhado para serões em família diante da TV ou com os amigos que vão lá por casa. A Nintendo continua a promover jogos que garantem modos de jogo vocacionados para vários jogadores, sem perder de vista a simplicidade e competição. Mas enquanto que Wii Sports nos apresentou jogos bastante casuais, com um design quase minimalista, os mini-jogos que compõem Nintendo Land revelam-se bem mais desafiantes, pormenorizados, cheios de cor e vida e aptos a criar desafios acrescidos.

Esse é talvez o maior mérito que a Nintendo alcançou com este jogo. Sem entrar numa produção demasiado "hardcore", continua a seduzir todas as camadas de jogadores, tenham ou não experiência com videojogos. Nintendo Land é muito acessível, simples e eficaz. Alguns dos seus mini jogos são mais fáceis e acessíveis que outros, mas em termos práticos há aqui muita oferta e variedade que não só capta a versatilidade e profundidade do GamePad, como cria desafios melhor estruturados e altamente empáticos.

Os mini jogos aqui presentes estão todos relacionados com séries e temas da casa. Desde Zelda a Metroid, Donkey Kong a Pikmin, todos os jogos têm que ver com clássicos ou grandes êxitos da Nintendo. É a prata da casa adaptada para receber os Mii's comandados pelos jogadores. Ainda não pudemos visualizar o jogo por inteiro. O menu de acesso aos vários jogos ainda é, por enquanto, desconhecido, se bem que desta vez já pudemos experimentar outros mini-jogos, o que nos deixou com uma ideia muito clara sobre a dimensão deste jogo.

Não é novidade para ninguém, de resto, que Nintendo Land permite combinar com o GamePad mais quatro Wii remotes. Mas é por aqui que o jogo vai fazer a diferença. Haverá sempre um jogador privilegiado por segurar o comando especial. E muitos quererão recebê-lo na ronda seguinte, algo que será sempre sedutor para os "newcomers", tomarem em mãos algo bem diverso do Wii remote e que reserva algumas surpresas. Mas como não queremos falar agora do comando, centremo-nos nos mini jogos que descobrimos.

Mario Chase

Mario Chase será um dos jogos com grande ênfase no multiplayer. Cinco amigos poderão juntar-se diante do televisor. As regras são simples. Quem segura o GamePad (o Mii que veste Mario) dispõe de alguns segundos para fugir do centro de uma área repleta de objetos, altos e baixos, tentando fugir e esconder-se dos outros jogadores (Toads). Quanto mais tempo permanecer isolado, mais hipóteses tem para chegar ao centro e conquistar a estrela, ganhando poderes especiais como renovada capacidade atlética. Isto é um pouco parecido com Pac Man.

Refira-se que o jogador que segura o GamePad não pode olhar para a TV, mas seguir através do ecrã instalado no seu comando, com perspetiva centrada no seu boneco. Já os outros quatro jogadores, devem procurar deitar as mãos ao Mario em fuga (usando os Wii remotes), quando estiverem bem próximos dele. Existe um tempo limite para o fazer e todas as acções de procura devem ser partilhadas com os outros colegas. As áreas são limitadas e oferecem paredes para esconderijos, pontes que desaparecem após uma passagem e muita lama que atrasa a perseguição ou a fuga. Estão gerados condimentos para um mini jogo que traz cores muito fortes, boa dinâmica, e apto para ser jogado por pessoa de qualquer idade.

Sobre o Autor

Vítor Alexandre avatar

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Comentários

More Previews

Artigos mais recentes