Skip to main content

Stellar Blade | Exclusivo PlayStation 5

Reserva Já - Lançamento a 26 de abril

Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Nick Offerman ataca ódio homofóbico contra The Last of Us

"Não é uma história gay! É uma história de amor!"

Image credit: HBO

Nick Offerman não teve qualquer receio em criticar e insultar os fãs tóxicos pelo que considera de “ódio homofóbico” contra The Last of Us, mais concretamente pelo episódio focado em Bill e Frank, o terceiro da primeira temporada da adaptação, disponível no HBO Max.

Nos Independent Spirit Awards 2024, Offerman conquistou o prémio por melhor desempenho num papel secundário para uma série nova, graças à sua interpretação de Bill. No discurso, Offerman não poupou nas críticas e disparou “tiros” para parte das críticas que receberam.

“Muito obrigado. Espantado por estar nesta categoria, o que é de loucos. Obrigado à HBO pela coragem de participar nesta tradição de contar histórias que é verdadeiramente independente," disse Offerman.

"As histórias com coragem, que quando o ódio homofóbico vem na minha direção e diz ‘porque é que tinhas de fazer uma história gay?’ nós respondemos ‘porque fazes perguntas como essa. Não é uma história gay, é uma história de amor, seu cretino!”

O episódio “Long, Long Time” deu imenso que falar e já resultou num Emmy para Offerman, que neste discurso não foi tão comedido. O episódio expandiu a relação entre Bill e Frank muito além do que é visto no videojogo, a base para a série, cuja adaptação conta com o forte contributo criativo de Neil Druckmann, um dos principais criadores do videojogo da Naughty Dog.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

The Last of Us Part I

PS5, PC

Related topics
Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.
Comentários