Skip to main content

Multi-jogador poderá regressar a Assassin's Creed

A Ubisoft fala na possibilidade.

Foi em 2015, com Assassin's Creed: Syndicate, que a Ubisoft removeu a vertente multi-jogador da série, que já em Unity se havia focado exclusivamente em opções cooperativas.

Depois da paragem de um ano, 2017 trouxe-nos Assassin's Creed: Origins, que também deixou de lado qualquer modo multi-jogador, tal como Assassin's Creed: Odyssey que está prestes a chegar às lojas.

No entanto, na mesma entrevista em que falou do battle royale nas séries Ubisoft, Serge Hascoet, responsável pelo departamento criativo da Ubisoft, foi questionado sobre a tecnologia da companhia e quais as coisas que gostaria de evoluir nos seus jogos.

"Temos muitas tecnologias, por isso é um caso a caso, mas Assassin's Creed não tem modo multi-jogador e isso é muito importante para o aspecto social dos videojogos, portanto vamos investigar isso."

"Além disso, quando queres mudar alguma coisa no mundo dos nossos jogos, actualmente o jogador precisa de descarregar 20GB."

Hascoet falou ainda sobre o desejo em alcançar uma tecnologia mais ágil, que permite alterações e novidades de uma forma muito mais célere.

"Sim, quero que o nosso jogo se torne num local onde existem muitas mudanças e novos eventos. Mesmo em Assassin's Creed. Temos de mudar a agilidade dos nossos jogos. Temos de pensar em parcerias mobile. Existem milhões de mudanças que gostaria de fazer."

"Por exemplo, o número de jogadores. Actualmente, a nossa tecnologia online podia suportar 100 jogadores, mas a que custo? Se removermos as multidões e coisas como essa de Assassin's Creed, o online ficaria mais fácil...cada caso é um caso."

Lê também