Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Ms Marvel foi inspirada por Spider-Verse para algumas cenas

Realizadores falam no uso dos cenários de forma dinâmica.

A série Ms Marvel da Marvel Studios, já disponível no Disney+, deixou os fãs e a crítica em delírio e grande parte disso deve-se à adorável protagonista, enquanto outra parte está relacionada com a forma como usaram os cenários para contar a narrativa de forma dinâmica e fresca.

Segundo os realizadores Adil El Arbi e Bilall Fallah, em conversa com o Collider, a inspiração veio dos filmes Spider-Verse e Scott Pilgrim, mas Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios, deu ordens para não abusarem nos efeitos e mesmo gostando do estilo que trouxeram para a série, decretou que o foco deveriam ser as personagens e não os efeitos especiais.

A dupla de realizadores foi responsável pelo primeiro e últimos episódios, com a tarefa de criar uma identidade visual capaz de influenciar os realizadores dos outros 4 episódios, mas também para criar um final em sintonia com o ponto de partida. Aqueles adornos visuais que tanto estilo dão à série não estavam nos guiões e receberam luz verde de Feige, com um aviso.

“Somos fãs da BD e da estética da BD e queríamos mesmo entrar na cabeça da Kamala e mostrar o seu mundo de fantasia e imaginação. Criamos esta animação, com inspirações em Spider-Verse ou dos filmes de Edgar Wright, Scott Pilgrim. Foi quando o apresentamos a Kevin Feige e ele disse, ‘Sim, eu gosto. Adoro. Mas não exagerem. Não façam em demasia e permaneçam fiéis aos personagens.’”

A ideia foi mostrar de forma clara e evidente o mundo de fantasia dentro da mente de Kamala e diferenciar de forma estética do mundo real. Estes momentos deram grande energia à série Ms Marvel e ajudaram a definir a sua estética visual.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários