Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Mother Russia Bleeds - Análise

Estão com saudades dos beat'em ups?
Eurogamer.pt - Recomendado crachá
Um beat'em up retro-moderno divertido, violento e desafiante. Ideal para quem tem saudades dos velhos tempos.

Por vezes sabe bem voltar ao passado. Recordo-me de passar tardes a jogar Streets of Rage 2 com amigos, com os comandos a rodar pelas mãos de cada um a cada vida perdida. O objectivo era, claro, chegar ao boss final, e a cada dia, depois de horas de prática a aperfeiçoar a nossa técnica, ficávamos mais próximos do final. Mother Russia Bleeds fez lembrar esses velhos tempos, em que o género dos Beat'em ups estava em alta. Streets of Rage 2 era o meu favorito, mas existiam outras referências como Golden Axe, Final Fight, Double Dragon, Battletoads e muitos outros.

Quando os videojogos deram o salto para as três dimensões, outros géneros ganharam destaque e os beat'em ups foram gradualmente ficando mais escassos. Mas eis que em 2016 nos surge Mother Russia Bleeds, fruto de uma colaboração entre o estúdio Le Cartel e a Devolver Digital, conhecida por apostar em jogos desconhecidos mas com potencial. Mother Russia Bleeds é essencialmente um jogo da década de 90 lançado na modernidade, visto que tem todos os traços característicos: gráficos retro pixelizados, uma jogabilidade relativamente simples mas com manhas, personagens estereotipadas, e dificuldade impiedosa que obriga a que melhorarem a cada tentativa.

Embora Mother Russia Bleeds se tenha inspirado nos beat'em up clássicos, é visível a influência de títulos mais recentes como Hotline Miami, principalmente nos temas abordados (drogas, sangue, sexo e dinheiro) e na quantidade de violência exibida no ecrã. Este beat'em up retro-moderno atira-nos para a União Soviética da década de 80, em que um grupo de quatro lutadores impressionados estão cobaias de uma nova droga chamada "Nekro", desenvolvida pela máfia russa e apoiada pelo governo. Depois de escaparem da prisão, iniciam uma luta contra a máfia e o próprio sistema, o que implica sobreviver a muitas rixas de rua e infiltrarem-se no submundo.

As personagens à escolha são Sergei, que conjuga força e velocidade; Ivan, um gigante musculado mas lento, Boris, um lunático com mais força do que velocidade ; e Natasha, a mais rápida dos quatro lutadores mas também a que tem menos força. Controlando uma destas personagens, terão que conclui oito níveis que apresentam regularmente novos desafios e inimigos mais resistentes, como uns badochas que com um só soco no estômago fazem a nossa personagem vomitar. Os níveis da história já são desafiantes o suficiente, mas se procuram algo ainda mais difícil, o modo Arena é aquilo que procuram. Existem oito arenas, cada uma inspirada num dos níveis da história, e o objectivo é sobreviver às vagas de inimigos. Se conseguirem sobreviver até à décima ronda, desbloqueiam uma nova droga.

Apesar da jogabilidade ser relativamente simples, resumindo-se a cinco botões - saltar, socos, pontapés, amarrar e uma deslocação curta e rápida- existem subtilezas que só vamos aprendendo com o tempo. O botão de amarrar, quando combinado com as teclas direccionais, dá origem a golpes diferentes. A deslocação rápida também pode ser combinada com socos e pontapés que dão jeito para controlar grandes multidões de inimigos. Por fim, é possível executar combos de socos e pontapés e acertar em múltiplos inimigos em simultâneo. Não esquecer que, para além dos membros dos vossos corpos, Mother Russia Bleeds permite que equipem armas como pistolas, bastões, e facas, no entanto, desaparecem depois de serem usadas algumas vezes.

Mother Russia Bleeds é um jogo frenético que requer reacções rápidas e uma grande coordenação. Os primeiros níveis são acessíveis, mas depois os inimigos começam a aparecer em maiores quantidades e pode acontecer ficarem bloqueados no meio deles, levando socos e pontapés de todas as direcções até à morte. Por esta razão é praticamente obrigatório jogar acompanhado. O jogo permite que adicionem uma segunda personagem controlada pela inteligência artificial (que não faz um mau trabalho, mas por vezes tem ataques de estupidez) ou por um jogador que esteja lado-a-lado com vocês. Infelizmente Mother Russia Bleeds não tem suporte para modo cooperativo online, mas esta já uma das funcionalidades mais pedidas pela comunidade.

Tal como já referi, as personagens de Mother Russia Bleeds estavam a ser cobaias da droga Nekro, que constitui uma mecânica central. Para ganhar vida, precisam de injectar Nekro, e a única forma de encher a seringa com esta droga é retirá-la do corpo dos adversários. Existe alguma aleatoriedade envolvida. Não podem sugar Nekro de todos os inimigos, apenas daqueles que depois de derrotados ficam em convulsões no chão. Encher uma seringa com Nekro nem sempre é fácil, já que quando o fazem ficam vulneráveis aos ataques dos adversários.

"Para quem gosta deste tipo de conteúdo, será altamente divertido e satisfatório"

Este não é um jogo que vai agradar a toda a gente. A violência será considerada exagerada para os mais sensíveis, mas para quem gosta deste tipo de conteúdo, será altamente divertido e satisfatório. É porrada forte e feia sem piedade. Seguindo as pegadas de Hotline Miami, Mother Russia Bleeds consegue, com uma banda sonora contagiante, deixar o jogador numa espécie de transe. Depois de começarmos a jogar, não queremos parar. O jogo está bem concebido, apresentando níveis e bosses memoráveis. Por outro lado, há que admitir que há momentos frustrantes em que a dificuldade não parece justa, principalmente quando aparecem os cães, os inimigos mais irritantes do jogo.

Felizmente, a Le Cartel já disponibilizou a primeira actualização para Mother Russia Bleeds que diminui a dificuldade em algumas das secções mais frustrantes, adiciona a personalização dos controlos, e permite que acertem com socos nos cães enquanto estes estão a saltar. Com esta actualização, apenas fica a faltar o modo cooperativo online. De qualquer forma, se quiserem mesmo voltar aos velhos tempos, basta convidarem um amigo à vossa casa e desfrutar de umas belas sessões de Mother Russia Bleeds. Aliás até podem convidar dois ou três amigos, já que há suporte para quatro jogadores em modo cooperativo local.

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários

More Análises

Artigos mais recentes