Skip to main content

Microsoft vai defender a compra da Activision perante a União Europeia

A Sony poderá marcar presença na audiência.

Image credit: Activision Blizzard King

A Microsoft vai defender a compra da Activision Blizzard perante os oficiais da União Europeia, numa sessão na qual apresentará os seus argumentos para obter a aprovação do negócio.

No próximo dia 21 de fevereiro, a Microsoft ficará perante a Comissão Europeia para apresentar os seus argumentos e responder às questões apresentadas pelos responsáveis pela investigação.

De acordo com a Reuters, a data foi confirmada pela própria Microsoft e os oficiais da UE poderão decidir se outras partes interessadas podem marcar presença. Isto poderá resultar numa troca de argumentos e diferentes perspetivas, ao estilo do que acontece numa sala de tribunal.

A Microsoft já disse que está interessada em responder às questões das autoridades europeias e arranjar formas de tranquilizar os seus receios. Além disso, assegura que o negócio beneficiará toda a indústria e ajudará a trazer maior qualidade para os clientes.

Recentemente, após a autoridade britânica decidir contra o negócio, no relatório preliminar, a Microsoft acusou a Sony de agir com má fé perante as autoridades europeias e Bobby Kotick, CEO da Activision, acusou mesmo a Sony de pretender sabotar a compra.

Lê também