Skip to main content

Microsoft preparada para comprar a Activision sem a aprovação do Reino Unido

Poderá até mudar a sede da Activision na Europa.

Image credit: Activision Blizzard King

A Microsoft está totalmente preparada para avançar com a compra da Activision Blizzard sem a aprovação do Reino Unido, algo que poderá significar mudar a sede da dona de Call of Duty para outro país Europeu e mudar a forma como opera o negócio no território.

Segundo avançado pelo Bloomberg, Brad Smith, vice-presidente da Microsoft, voltará ao Reino Unido para uma apresentação sobre o potencial da inteligência artificial e a necessidade de implementarmos regulamentos para o seu uso, mas também se vai reunir com políticos britânicos.

Entre as conversas, Smith falará sobre o bloqueio ao negócio com a Activision Blizzard e de acordo com a confirmação de um representante da Microsoft, também pretende conversar com os políticos sobre formas de resolver as questões que levaram a autoridade da concorrência a bloquear o negócio.

Estas conversas vão decorrer antes da audiência no tribunal dos recursos, onde a Microsoft tenta conquistar o direito a voltar a conversar com a autoridade da concorrência, mas o Bloomberg diz que vários políticos britânicos também estão incomodados com o bloqueio.

Uma das possíveis soluções poderá passar por seguir em frente com o negócio sem o Reino Unido, mudar a sede da Activision para outro país europeu e continuar a vender os jogos nesse território através de uma distribuidora.

Lê também