Skip to main content

Microsoft não interferiu com Hi-Fi Rush

Foi pensado como um jogo PC.

Image credit: Xbox

John Johanas, diretor de Hi-Fi Rush, assegurou que a Microsoft não se intrometeu no desenvolvimento do jogo após comprar a Bethesda.

Numa entrevista com a Ungeek, Johanas foi questionado se a Microsoft teve algum impacto no desenvolvimento do jogo após se tornar dona da Tango Gameworks e explicou que Hi-Fi Rush começou como um jogo PC.

"Não teve qualquer efeito no desenvolvimento do jogo. Quando estávamos a criar o jogo e a plataforma não estava decidida ainda, estávamos apenas a criá-lo como um jogo PC e não sabíamos a quais outras plataformas ia chegar."

Johanas disse que nem sequer sabiam como seriam as futuras consolas (PS5 e Xbox Series) por isso, quando a aquisição foi feita, simplificou-lhes o processo de desenvolvimento. Focaram-se nas plataformas da Xbox e seguiram em frente.

Além disso, diz que a Microsoft preferiu manter a organização como estava e a Tango manteve a sua comunicação com a Bethesda e Zenimax.

"Penso que a Xbox está determinada a manter a Bethesda na gestão da sua companhia como antes. Por isso, comunicámos sempre com a Bethesda e Zenimax sobre como seria o jogo. As conversas decorreram todas aí do início ao fim."

O diretor de Hi-Fi Rush diz que foi fixe por parte da Xbox não interferir com os planos e permitir que seguissem em frente.

Lê também