Skip to main content

Microsoft não aceita vender partes da Activision

Nem sequer Call of Duty.

Image credit: Activision Blizzard King

A Microsoft não aceita a possibilidade de vender partes da Activision Blizzard como possível forma de conseguir luz verde para comprar a companhia.

Na recente conferência, durante a qual Brad Smith anunciou formalmente o acordo efetuado com a Nvidia para colocar jogos Xbox no GeForce Now, Smith afirmou que de forma alguma vão pensar em vender partes do negócio, como Call of Duty ou a Blizzard.

Smith diz que o negócio trará maior concorrência para uma indústria praticamente dominada pela PlayStation e que o deve das autoridades é assegurar que isso acontece, uma vez que criará mais oportunidades que beneficiam os jogadores e trabalhadores.

Perante isto, Smith rejeita quaisquer alterações à estrutura ou propriedades intelectuais da Activision Blizzard. Isto foi proposto pela britânica CMA e não será aceite pela Microsoft.

Lê também