Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Microsoft vai despedir 18.000 funcionários

A maior parte será da divisão da Nokia.
Apesar dos esforços da Microsoft, o iOS e Android continuam a dominar o mercado dos smartphones.

Confirmado o rumor que circulava desde o início desta semana, a Microsoft confirmou hoje que até ao próximo ano têm intenções de despedir 18.000 dos seus funcionários, sendo que a maioria dos afetados são da divisão Nokia.

O anúncio dos despedimentos foi dado por Satya Nadella, o CEO da Microsoft, num email enviado a todos os funcionários da companhia e publicado no site oficial.

Os despedimentos fazem parte do plano para atingir "maior responsabilidade, mais agilidade e mais rapidez". Isto inclui "ter menos camadas de gestão" para "acelerar a fluidez de informação e tomada de decisões".

"O resultado geral destes mudanças será mais produtividade e equipas com mais impacto na Microsoft", assegura o CEO.

A maior parte dos despedimentos, cerca de 12.500 diz respeito à divisão da Nokia, que a Microsoft comprou em setembro de 2013 numa tentativa de atingir uma maior quota de mercados com a gama de smartphones Lumia, que usam o sistema operativo Windows Phone.

No email em questão, Satya Nadella não faz qualquer referência à divisão da Microsoft, mas adianta que a 22 de julho, durante a revelação dos resultados financeiros da Microsoft, serão anunciados mais detalhes sobre "aonde estamos a concentrar os nossos investimentos de inovação".

Concluindo, o CEO da Microsoft sublinha que "estas decisões de mudança são difíceis mas necessárias".

Marcado com

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários