Skip to main content

Metroid Dread vendeu “3 milhões e tal” de unidades

MercurySteam fala do desenvolvimento.

De acordo com a MercurySteam, produtora espanhola que desenvolveu Metroid Dread para a Nintendo Switch, têm uma boa relação com a dona da proriedade e assegura que a Nintendo está aberta a novas ideias.

Numa conversa com o GameReactor, Enric Álvarez, diretor executivo da MercurySteam, a experiência de trabalhar com a Nintendo é um sonho e descreve os seus funcionários como super trabalhadores, com imenso talento e com uma ética de trabalho sem igual.

Segundo diz, a MercurySteam estava esfomeada para deixar o seu toque pessoal na série a apresentaram imensas ideias. A Nintendo esteve sempre recetiva e muitas delas chegaram a Dread, o mais recente jogo original na série Metroid.

Enric Álvarez foi questionado se o desenvolvimento foi problemático e assegura que tais comentários não estão corretos.

"Não sinto que o desenvolvimento foi caótico. Um desenvolvimento caótico não termina com um dos melhores jogos da série. Não termina com um jogo que vendeu mais de três milhões e pico de cópias. Não acaba com um jogo que vence prémios TGA. É tudo o que tenho a dizer sobre isto."

Metroid Dread foi recebido com imensos elogios e é visto como um dos mais desafiantes jogos lançados pela Nintendo para a Switch.

Lê também