Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Marvel's Midnight Suns - estratégia maravilhosa

O lado oculto da Marvel num RPG desafiante.

Eurogamer.pt - Recomendado crachá
O destaque é o sistema estratégico com cartas por turnos que te desafia. Apoiado por uma história interessante, focada no lado mais obscuro da Marvel, faz de Marvel's Midnight Suns um jogo de enorme apelo e capaz de durar dezenas de horas.

Marvel's Midnight Suns é um dos mais fascinantes exemplos da atual era da Marvel Entertainment. Na sua tentativa de expandir a presença dos seus super-heróis nos videojogos, a Marvel Games está a colaborar com diversas editoras e estúdios, apresentando jogos em diversos géneros e focados em diversas personagens. Nenhuma personagem parece estar fora do baralho e ao longo dos últimos anos temos visto jogos de grande gabarito.

Desde 2019 temos visto imensos esforços a resultar em jogos para todo o tipo de jogadores, existem vários exemplos dignos de nota. Spider-Man e Miles Morales da Insomniac Games são provavelmente as duas maiores referências, não podes esquecer o controverso Avengers da Crystal Dynamics cujo lado de jogo serviço deixou um sabor amargo e tirou o destaque à sua divertida campanha singleplayer, Marvel Ultimate Alliance 3 desenvolvido pela japonesa Team Ninja para a Switch é eletrizante e Guardians of the Galaxy da Eidos Montreal para os amantes das narrativas singleplayer cinematográficas.

Agora, podes juntar Marvel's Midnight Suns à lista e este é provavelmente um dos melhores jogos relacionados com a Marvel nos últimos anos. Entregue à Fireaxis Games, conhecida pela estratégia por turnos de XCOM, Marvel's Midnight Suns é um novo RPG de estratégia por turnos com cartas, no qual comandarás personagens bem conhecidas do universo da Marvel, numa experiência na qual o foco no lado oculto da Marvel significa conhecer nomes menos populares, mas igualmente fascinantes.

Em Marvel's Midnight Suns serás Hunter, uma nova personagem criada para liderar os Midnight Suns, um grupo de super-heróis criado para responder às ameaças sobrenaturais. Com uma mistura de místicos como Doutor Estranho e Agatha Harkness, terás ainda Vingadores como Capitão América e Iron Man ao lado de mutantes como Wolverine e Magik, sem esquecer Blade, Ghost Rider e, claro, Spider-Man.

Esta mistura de super-heróis resulta num enredo repleto de nomes que desafiam o conhecimento de qualquer fã da Marvel, inundado de easter eggs e referências às bandas desenhadas da casa das ideias. Com um design peculiar acompanhado por mecânicas e um sistema de combate por turnos que exigem dedicação, Marvel's Midnight Suns não é para qualquer um, mas é um jogo enorme e com imenso para recompensar quem lhe dedicar o tempo.

Marvel's Midnight Suns está dividido em duas partes principais, o tempo na abadia (a tua base) e as missões de combate (num ciclo dia e noite, com dormida pelo meio para reiniciar mecânicas diárias). Na Abadia, podes explorar um mapa de média escala para obter segredos e recompensas, poderás passar tempo com outros heróis a relaxar, treinar para subir de nível, melhorar habilidades (cartas), obter novas cartas e também enviar heróis em missões para obter novas cartas.

O tempo que passas na Abadia, seja de dia ou de noite (antes ou depois de uma missão) é importante, pois tens que gerir a vida social de Hunter e melhorar a amizade com os super-heróis. Iniciar investigações e pesquisa para obter mais funcionalidades (como criar Cartas, por exemplo) também é importante. Além disto, a tua interação com os vários super-heróis e o nível de amizade pode resultar em buffs nos combates.

Quando chega a hora dos combates, conhecerás um conjunto de regras e um sistema de cartas que recompensa quem investe tempo para compreender os buffs, e a melhorar a ordem de uso das cartas (o uso aleatório não é recompensado). Mesmo na dificuldade Normal, o desafio é grande, os inimigos causam muito dano e a sua elevada quantidade perante os 3 heróis que podes usar pode tornar-se avassaladora.

A mecânica de Heroísmo (necessária para o uso de ataques Heróicos e uso de elementos do cenário para atacar) é o pilar do design deste combate estratégico por turnos com cartas. Existem cartas que te dão Heroísmo e outras que usam Heroísmo, o que exige usar personagens que conferem buffs e Heroísmo, combinado com Healers e uma que cause dano. Ataques que permitem atacar vários inimigos de uma vez também são importantes, terás de agir com este equilíbrio em mente.

A estratégia tem imensa influência no teu desfrutar de Marvel's Midnight Suns, pensar na melhor jogada possível com as cartas que tens em mão é fundamental e muito recompensador. Movimentar as personagens, trocar cartas e até usar cartas apenas para ganhar Heroísmo ou ganhar mais cartas são ações que estarão sempre na tua mente, como parte do planeamento do próximo movimento. Terás constantemente de gerir a tua abordagem a cada missão, especialmente devido às especificidades de cada uma e quantidade de inimigos.

Quando dei por mim a pensar cuidadosamente em cada carta que ia usar, e a tentar perceber o cenário para tirar proveito de possíveis vantagens, foi quando Marvel's Midnight Suns fez o tal clique e me apaixonei pelo jogo. Inicialmente senti-me assoberbado e incapaz de jogar devido às cartas. No entanto, dediquei tento e reiniciei várias missões para perceber que a Fireaxis te entrega sempre uma solução, mesmo que pareça tudo tão aleatório e os inimigos sejam muitos.

Com uma qualidade gráfica inconstante, alguns momentos parecem de um jogo da era da PS3, incluindo a maioria das animações fora dos combates, a Fireaxis mostra que foi na estratégia e nos combates onde se focou. A Abadia é um lado interessante de Marvel's Midnight Suns, mas não tem a mesma qualidade do sistema de combate, onde os gráficos e animações melhoram imenso. Este é mesmo o lado mais divertido, interessante e recompensador de Marvel's Midnight Suns.

Marvel's Midnight Suns não é um jogo fácil, mas se tiveres tempo, paciência e gosto por estratégia, serás recompensado com um RPG que te conquista. Existem imensas mecânicas a aprender, terás de dominar o uso das cartas e Heroísmo para buffs, debuffs ou uso de ataques especiais, mas quando começas a encadear movimentos de forma eficaz, sentirás enorme gosto. Com mais de 45 horas de jogo asseguradas e uma narrativa repleta de boas cutscenes, o bom tem um peso largamente superior ao negativo.

Prós: Contras:
  • Combate estratégico por turnos com cartas que captura a tua atenção
  • Imensas cutscenes espetaculares, apesar do grafismo
  • Imensas mecânicas em torno da gestão das cartas e personagens que aumentam imenso a profundidade da experiência
  • Mecânicas que te incentivam a usar diversas personagens e não apenas as favoritas
  • A qualidade inconstante do grafismo e animações
  • Muita conversa aborrecida na Abadia
  • Quantidade exagerada de reforços em algumas missões

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários