Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Mais detalhes de The Last Guardian

Fumito Ueda fala com revista Dengeki.

Depois das novas informações da Famitsu e das antevisões de vários sites ao jogo The Last Guardian, chegou agora a vez da revista nipónica Dengeki falar com Fumito Ueda, criador do jogo.

Ueda contou então que o rapaz, que os jogadores vão controlar, não é imortal. Ele poderá morrer e o jogo terminar. Uma das formas de se perder no jogo é quando somos apanhados pelos guardas - no entanto o jogo não termina assim que somos apanhados. O rapaz ainda tem uma oportunidade para escapar dos guardas, no entanto Ueda disse que é bastante arriscado. Se o rapaz for apanhado pelos guardas numa certa área do jogo o jogo termina.

Também existe a forma de morrer à moda antiga. Ou seja em alguns níveis o jogo terá precipícios enormes. Se o rapaz cair, a morte é mais que certa.

Outra informação é que ao longo do percurso do jogo, o rapaz irá crescer. Ueda não explicou especificamente se o rapaz irá crescer fisicamente ou se está a falar apenas em termos de gameplay, mas menciona que o rapaz irá crescer de tal forma que será capaz de derrotar os guardas.

No que toca à criatura gigante de nome Torico, Ueda explicou que ele não será escravo do rapaz. Aliás, no início do jogo ele nem está interessado no rapaz. Ele vai estar mais interessado em coisas como barris e potes, e mexe-se em direcção a eles em vez de ir na direcção do rapaz. À medida que vamos progredindo no jogo e a comunicação com a criatura melhora, ele irá desenvolver um grande interesse e envolvimento com o rapaz.

A revista mostrou um exemplo. O rapaz tenta acordar Torico puxando-lhe as orelhas. Torico, como não liga nenhuma ao rapaz, recusa-se a acordar. À medida que o jogador fortalece a sua relação com Torico, vai poder usar esta técnica que ela irá resultar.

Torico pode correr se estiver numa área ampla e segura. Ueda disse isto em resposta a uma questão sobre se os jogadores podem ou não controlar Torico. Ele não respondeu directamente à pergunta dizendo apenas que a criatura pode correr.

Em termos de modelização Torico é bastante detalhado. Com Ueda a dizer que iremos ver diferentes reacções da criatura dependendo da orelha que iremos tocar. Podemos até mesmo fazê-lo espirrar ao tocarmos no seu nariz.

No que toca aos inimigos, os guardas não serão apenas inimigos do rapaz, mas também inimigos de Torico. Mesmo sem darmos qualquer tipo de ordens Torico irá atacar os guardas.

Inicialmente os jogadores não poderão dar qualquer tipo de ordens, Torico irá agir por ele mesmo.

No que toca aos cenários a revista mostrou um cenário que mostra o sistema básico de progressão. Vamos começar numa área fechadas; para conseguirmos prosseguir, teremos que derrubar uma porta que bloqueia o nosso caminho. por trás dessas portas poderá haver o mundo exterior.

Ueda garantiu que na versão final do jogo haverá uma grande variedade de cenários. Cenários apertados, amplos, o jogo terá de tudo. O cenário demonstrado à imprensa foca-se principalmente nos puzzles, mas haverá também fases com mais acção.

De acordo com Ueda, os cenários maiores terão inimigos gigantes. Provavelmente serão inimigos que Torico terá de enfrentar.

Dependendo daquilo que Torico fizer nos cenários para progredir no jogo, o jogador poderá ou não voltar a locais por onde já passou. O jogo não terá uma área tipo portal onde o jogador possa escolher os seus níveis, ao invés tudo será uma grande progressão.

A magia da Team Ico.

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários