Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

LIVE A LIVE acima das 500 mil unidades vendidas

Exclusivo Switch.

A Square Enix anunciou que já vendeu mais de 500 mil unidades de LIVE A LIVE, lançado a 26 de julho para a Nintendo Switch em todo o mundo.

Desenvolvido pela Historia como um remake HD-2D de um dos maiores clássicos de culto da Square Enix, LIVE A LIVE alcançou a sua primeira meta de vendas cerca de dois meses após chegar às lojas.

Na nossa análise, escrevemos que:

“Não esperes aqui uma experiência JRPG comum, com mapa mundo e a necessidade de subir de nível ou até foco nas batalhas e grind. Não existe aqui nada disso, quase poderias debater se LIVE A LIVE é mesmo um JRPG ou algo muito próprio. Os cenários são relativamente pequenos, mas a dificuldade de alguns momentos ditam que deves gravar constantemente, especialmente tendo em conta que os combates não são obrigatórios, ao contrário de muitas boss fights que o são. Ao não apostar no habitual design de exploração, masmorra, exploração, masmorra, a Square Enix entregou um clássico de culto que ainda hoje se diferencia facilmente dos demais.”

“A década de 90 está repleta de JRPGs fantásticos, muitos deles lançados antes de Final Fantasy 7 iniciar essa tal revolução. Muitos estão a receber novas versões e até remakes ou remastes, mas nenhum se pode comparar a LIVE A LIVE da Square Enix. Este jogo é claramente diferente de tudo o que já viste e mesmo hoje é algo muito próprio. Cada uma das 8 histórias aposta em mecânicas próprias, designs inesperados e tudo acaba por se juntar de uma forma soberba. Parece um daqueles projetos de cientistas loucos pelo qual é impossível não ficar apaixonado e que foi recuperado numa espetacular versão HD-2D.”

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários