Skip to main content

Kratos morria na primeira versão de God of War: Ragnarok

O início era muito diferente.

Segundo partilhado pela Sony Santa Monica, a primeira versão de God of War Ragnarök era muito diferente da que foi apresentada aos jogadores e o início do jogo, apesar de similar, apresentava grandes diferenças.

Em conversa com o MinnMax, Matt Sophos, diretor da narrativa, resolveu partilhar os planos iniciais e descreve que "na versão mais inicial do enredo que criámos e apresentámos a Eric Williams, o diretor, Kratos moria na luta contra Thor, mesmo no início do jogo."

"Ele morria e não era uma morte permanente. O que ia acontecer e não me importa, podemos dizer isto pois não acontece e por esta atura é ficção de fãs, basicamente o Atreus ia tirá-lo do inferno."

"No entanto, passaram 20 anos, iria existir um grande salto temporal. Essa era uma versão disto."

No entanto, Williamos não gostou da ideia de matar Kratos e o conceito de o trazer de volta iria tirar qualquer impacto à narrativa. Sophos reconhece que Williams tinha razão e prefere a versão atual.

God of War Ragnarök tornou-se numa história sobre crescimento e mudança, sobre contrariar profecias e traçar o seu próprio destino, algo que agrada a Sophos.

Lê também