Skip to main content

Justin Roiland acusado de comportamento problemático

Não participava ativamente em Rick e Morty desde a Season 2.

Justin Roiland terminou 2022 em grande, com a aclamação de High on Life e uma possível nova era criativa na indústria dos videjogos, mas 2023 começou como um pesadelo e a sua carreira sofreu um revés.

Acusado de violência doméstica por uma ex-companheira, Roiland aguarda pelo início do julgamento e foi afastado dos seus empreendimentos criativos, mas de acordo com uma nova investigação do The Hollywood Reporter, além de um comportamento problemático, é acusado de pouco participar no processo criativo da série de animação Rick and Morty.

Despedido de Rick and Morty, Koala Man e Solar Opposites, juntamente com a sua saída da Squand Games, Roiland é descrito por ex-colegas como uma pessoa problemática e desde a Season 2 de Rick and Morty que o seu envolvimento na produção era cada vez menor.

O THR relata um caso de possível assédio sexual, a meio da Season 3 de Rick and Morty, o que motivou investigações da Cartoon Network, mas Roiland praticamente só gravava as vozes das personagens e não trabalhava no processo criativo.

Após o caso de agressão ter sido noticiado, outras mulheres partilharam mensagens que receberam de Roiland e ex-colegas temem agora que a série fique manchada pelo seu comportamento, uma vez que muitas das piadas podem agora assumir inesperados contornos sombrios, relacionados com maus acontecimentos na vida do criador da série.

Lê também