Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Que jogos Wii U ainda não chegaram à Nintendo Switch?

Ainda faltam alguns!

Entre o mega sucesso da Wii e o mega sucesso da Switch, jaz uma consola da Nintendo que ficou muito aquém das expectativas: a Wii U.

De facto, com pouco mais de 13 milhões de unidades vendidas, a Wii U fica muito atrás da Wii (100 milhões de unidades vendidas) e da Switch (aproximadamente 100 milhões, um número que continua a crescer). No entanto, mesmo com este baixos números, há algo que não podemos negar: a Wii U contou com um catálogo de jogos invejável, que mostrou o empenho da Nintendo em tentar alavancar a consola.

A maior parte destes jogos acabaram por chegar à Switch, muitos deles com versões remasterizadas - Mario Kart 8, Bayonetta, Donkey Kong Country: Tropical Freeze, Super Mario 3D World, New Super Mario Bros U, entre outros títulos. Mas que jogos da velha consola faltam?

Que jogos Wii U ainda não chegaram à Switch?

Neste guia, vamos então abordar todos os jogos que estão na Wii U mas ainda não chegaram à Switch. Pode parecer que não, mas ainda faltam bastantes jogos, sendo que alguns dizem respeito a propriedades bem famosas da Nintendo que iriam certamente compensar o investimento inicial para a Wii U.

Alguns destes jogos foram criados especificamente para a Wii U e o seu GamePad, pelo que uma conversão direta nem sempre seria fácil. E, tal como dissemos anteriormente, muitas sagas da Nintendo já receberam versões remasterizadas ou sequelas na Switch, pelo que decidimos não incluí-las nesta lista.

Sempre que possível, adicionamos a nossa análise para que possas saber mais sobre os jogos. Clica no link para descobrires mais!

Yoshi's Woolly World

O que dissemos na nossa análise: "Uma entrada nova na série Yoshi, dotada de um design único, com influência nas mecânicas e sem perder de vista o clássico. Sem ser revolucionário ou melhor que o original Yoshi's Island, oferece uma reinvenção muito sólida de um dos universos e personagens especiais da Nintendo." Consulta a análise completa aqui.

Kirby and the Rainbow Curse

O que dissemos na nossa análise: "Apesar disso e aceitando estes constrangimentos, vão encontrar um jogo encantador, não muito desafiante, não o típico jogo de plataformas, mas ainda assim vasto e dotado de uma boa estrutura de coleccionáveis." Consulta a análise completa aqui.

Star Fox Zero

O que dissemos na nossa análise: "Um Star Fox que leva o selo de acção da Platinum, enfraquecido pelo sistema de comandos pouco confortável.Com hábito e algum engenho encontram bons momentos de acção, com a faísca que a Platinum habitualmente nos brinda." Consulta a análise completa aqui.

Star Fox Guard

O que dissemos na nossa análise: "Uma abordagem peculiar dos tower defense patrocinada pelo Gamepad. Não é uma experiência faustosa mas torna-se desafiante e divertida. Star Fox Guard não se apresenta como a reinvenção dos "tower defense" embora aborde o género com rasgos criativos interessantes." Consulta a análise completa aqui.

Xenoblade Chronicles X

O que dissemos na nossa análise: "Uma obra-prima da Monolith Soft, dotada de uma forte identidade do seu criador, Takahashi. O melhor dos jogos de role play japoneses. Xenoblade Chronicles X, em todos os quadrantes, supera o original da Wii. É um jogo maior, melhor e muito bem montado." Consulta a análise completa aqui.

Paper Mario Color Splash

O que dissemos na nossa análise: "Um jogo na linha de Sticker Star: mais previsível e pouco apto a inovações. Ainda assim uma boa aventura, bem localizada para português. Não sendo o Paper Mario mais profundo da série, a nova produção da Intelligent Systems acaba por emprestar um pouco mais de cor e vida à recta final da Wii U." Consulta a análise completa aqui.

NES Remix 1 / NES Remix 2

O que dissemos na nossa análise de NES Remix 2: "NES Remix 2 mantém a fórmula do original mas é significativamente mais forte em conteúdo, apresentando valiosos trunfos e sem deixar de seguir por um desejável equilíbrio, com propostas como Punch-Out!! e Kid Icarus a subirem à superfície." Consulta a análise completa aqui.

The Legend of Zelda: Wind Waker HD

O que dissemos na nossa análise: "Wind Waker HD chega à Wii U após um restauro que coloca o jogo num plano que nada fica a dever às produções da actual geração, sendo por isso uma surpresa menor para quem jogou o original. Com mais texturas, sombras e efeitos de luz, os cenários e objectos parecem ganhar mais tridimensionalidade." Consulta a análise completa aqui.

The Legend of Zelda: Twilight Princess HD

O que dissemos na nossa análise: "No meio de tantas remasterizações da série Zelda, fica a sensação de que Twilight Princess HD poderia ter ido um pouco mais longe. No entanto, temos em cima da mesa um jogo dotado de grandes méritos, uma fórmula de masmorras competente e sólida e um design que, na parte do herói, mostra-nos uma personagem realista." Consulta a análise completa aqui.

Nintendo Land

O que dissemos na nossa análise: "Nintendo Land é um jogo que transpira muita cor e detalhe. Indo muito para lá de um Wii Sports Resort, mostra-nos mini jogos bem mais atraentes e sedutores, onde nalguns existem efeitos particularmente atraentes. Cada um destes mini jogos possui uma identidade muito forte e atributos que os separam uns dos outros." Consulta a análise completa aqui.

Devil's Third

O que dissemos na nossa análise: "Uma produção que passou por grandes dificuldades mas não evitou o pior. Valeu a coragem da Nintendo. No próximo Itagaki fará melhor. Infelizmente, Devil's Third redunda num mau jogo, uma confusão, lamentavelmente prejudicado por graves falhas técnicas. Provavelmente haverá quem encontre uma piada nisto." Consulta a análise completa aqui.

Game & Wario

O que dissemos na nossa análise: "Como rival de Nintendo Land, Game & Wario tem como principais trunfos; a originalidade na apresentação, valioso humor e tributo aos jogos retro. É pena que o resultado, nas mecânicas de jogo, não tenha sido mais reforçado. Apesar disso, vão descobrir aqui um bom pacote de jogos e diversões, para jogar a solo ou com os amigos." Consulta a análise completa aqui.

Wii Sports Club

O que dissemos na nossa análise: "Wii Sports Club é um título que partindo das bases do original e da sequela Wii Sports Resort, transporta para a nova plataforma doméstica da Nintendo um desafio algo similar, baseado nos controlos por movimentos, ao qual se junta uma aparente simplicidade." Consulta a análise completa aqui.

ZombiU

O que dissemos na nossa análise: "O maior elogio que pode ser feito a ZombiU é que se trata de algo único, e ter algo deste género no lançamento de uma consola e que faça um bom uso das suas capacidades é extremamente importante. Se querem sentir terror puro sem terem que visitar uma casa assombrada, então ZombiU é um jogo para vocês." Consulta a análise completa aqui.

Wii Fit U

Wii Party U

Animal Crossing: amiibo Festival


Poderíamos ter colocado na lista jogos como Splatoon, Super Mario Maker, Mario Party 10, Mario Tennis Ultra Smash e Super Smash Bros. Wii U mas decidimos não o fazer: todos eles não estão na Switch, é verdade, mas as suas sequelas na nova consola são de uma forma geral bastante idênticas aos originais.

Esquecemos de algum jogo? Dentro destes jogos, quais é que queres ver na tua Switch?

Sobre o Autor

Jorge Salgado avatar

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Comentários

More Artigos

Artigos mais recentes