Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Jogos classificados para adultos atraiem mais as crianças

Dando a sensação de se estar perante o fruto proibido.

Um novo estudo sobre a reacção das crianças perante o sistema de classificação por idades europeu, o Pan European Game Information (PEGI), mostra que as crianças sentem-se mais atraídas pelos jogos recomendados para uma idade superior à sua.

O estudo, que chega às mesmas conclusões que qualquer observador pode perceber em crianças perante filmes e outros conteúdos que lhes são vetados por questões de idade e conveniência, indica que, "Embora o sistema PEGI fosse desenvolvido para proteger os jovens de conteúdos reprováveis, este sistema na realidade torna esses jogos em frutos proibidos."

No entanto avisam que esses jogos destinados a adultos podem ter "efeitos adversos em crianças e adolescentes."

O estudo foi levado a cabo na Holanda onde participaram 31 crianças que, "leram descrições fictícias de videojogos e pontuaram o quanto gostariam de jogar a eles," sob a orientação de médicos da Universidade de Amesterdão e da Universidade de Michigan.

O sistema PEGI classifica os jogos para mais de 3, 7, 12, 16 e 18 anos e informa o tipo de conteúdos, através de desenhos icónicos, de violência, linguagem inapropriada, terror, drogas, sexo, descriminação e jogos de azar. Está previsto que nesta Primavera se estreie um novo sistema com um código de cores inspirado nos semáforos para torná-lo ainda mais intuitivo.

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários