Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

"Já não existe exclusividade nesta geração"

John Koller diz que os exclusivos são coisa do passado.

John Koller parece estar decidido em aparecer em primeiro plano nos meios especializados durante esta semana, uma vez que esta já e a terceira vez que proferiu algumas declarações sobre os exclusivos e a situação que atravessa esta estratégia na nova geração.

O director de marketing da SCEA comentou agora que o termo "exclusividade" pertence à geração passada e que a concorrência levou as produtoras a serem neutras no que diz respeito em qual plataforma vão elaborar um projecto.

Koller explicou a sua teoria dizendo ao site VG247 que, "A exclusividade é algo que já não existe realmente neste ciclo. O que existe, isso sim, são os produtos das firt-party. Essa é a única exclusividade que vai ter na tua consola."

O director continuou a sua explicação dizendo que a realidade da PlayStation 3 e da Xbox 360 é muito diferente daquela vivida na altura da PlayStation 2.

"A exclusividade na PS2 era muito diferente do que é hoje, porque as produtoras não precisavam de fazer grandes esforços financeiros para produzir um jogo, e nem tinham a necessidade de publicar os seus títulos em todas as plataformas do mercado."

"Naquela altura tínhamos o exclusivo de Grand Theft Auto, tínhamos a EA Sports no início da PS2, tínhamos Final Fantasy. E depois começámos a ter um catálogo de jogos first party tremendo, que ia desde Jak & Dexter a SOCOM."

Para terminar Koller rematou que, "Nós vamos para a próxima geração e a Microsoft tem a mesma coisa. Por isso ou tens o teu catálogo de jogos first party, ou então tens de começar a passar cheques para comprá-los."

Marcado com

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Contributor

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários