Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Hirai questiona longevidade das consolas rivais

Presidente da SCE compara o ciclo de vida da PS2 com os da Xbox e Gamecube.

Kaz Hirai, presidente da Sony Computer Entertainment, aproveitou o curto ciclo de vida da Xbox e da Gamecube, em comparação com a Playstation 2, para demonstrar o apoio que a Sony concede às suas plataformas, em oposição às suas rivais.

Hirai disse ao site GamesIndustry.biz que, " Eu sei que algumas pessoas têm estado a falar sobre quem será o número um nesta geração, mas antes de entrar nessa questão, o que dizer da gestão de longevidade? Certamente que nós não contrariamos o consumidor ao dizer-lhe basicamente que as consolas estão desfasadas porque temos uma nova. Querem um exemplo? A PS2 tem nove anos, onde é que está a Xbox e a Gamecube ?"

Hirai continua, " O mesmo acontece com a Playstation original. Em algumas ocasiões olhámos ao nosso redor e perguntámos o que se passou com a Saturn? e com a N64? Se fizermos isto, comparamos maçãs com maçãs, e como nós estamos num ciclo de vida de 10 anos, falar menos do que 10 anos não faz muito sentido para mim."

Hirai mostrou-se defensor das avaliações a longo prazo dizendo que, "Na realidade trata-se de valorizar dez anos como mínimo e perguntar o que é que se tem conseguído em termos de base instalada, negócios gerados para os estúdios internos, para as third parties e para os lojistas. E então é ai que se pode dizer 'sim esta plataforma foi bem sucedida, ou não foi bem sucedida, ou foi mais ou menos', qualquer que seja o caso. "

"Ainda só se passaram dois anos desde que estamos com a PS3, e penso que o verdadeiro teste é como a situação que se passou com a PS2, onde nove anos depois e com 130 milhões de consolas vendidas depois, podemos olhar para trás e dizer ' Sim, tem sido uma consola com bastante sucesso."

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários