Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Headset Astro A30 - Para gaming e não só

Mas será que vale o preço?

Há muito que a Astro é uma referência de mercado no que toca aos headsets para gaming. Mas entre os consumidores, há uma procura cada vez maior por produtos que não sirvam unicamente para um propósito. É nestes parâmetros que surge o novo Astro A30. Contrastando com os outros headsets da marca, como o Astro A40 e A50, que são mais volumosos e desenhados para não sair de casa, o A30 apresenta-se como uma solução mais versátil.

O Astro A30 destaca-se pela simplicidade e elegância. Inclui uma bolsa de transporte compacta e de qualidade, onde cabe o headset e todos os cabos incluídos na embalagem: um cabo USB-A para USB-C, e outro de 3.5 mm. Existem duas variações de cor: em branco (que foi a versão que recebemos) e em azul marinho. No que toca a compatibilidade, funciona com todas as consolas atuais (PS5, Xbox Series, e Nintendo Switch), smartphones e PC.

Apesar da compatibilidade referida, na hora de comprares o headset, tens de escolher se queres a versão PlayStation ou Xbox. A diferença está na dongle USB incluída na embalagem. No nosso caso, recebemos a versão Xbox. No entanto, também conseguimos jogar com o headset na PlayStation através do cabo 3.5 mm. Basta ligar o fio ao DualSense e já está, funciona como qualquer outro headset, apesar de ser a versão Xbox.

Som

Saído da caixa e sem alterar configurações, nota-se imediatamente que está equilibrado para jogos, sobretudo de ação. O som das balas e explosões é potente e estremecedor. O volume máximo é elevado, ao ponto que, juntamente com o isolamento das almofadas, deixas de ouvir o resto do mundo. Através da aplicação da Astro para smartphone, podes alterar o perfil de som para media e, se não estiveres satisfeito, personalizar vários perfis alterando os parâmetros de EQ para diminuir a potência dos graves. Seja para jogar ou para ouvir música, não vais ficar desiludido com a qualidade do som.

Microfone

O headset tem dois microfones: um microfone interno e um externo, que pode ser extraído. O microfone externo é daqueles flexíveis, que podem ser completamente dobrados. Há que puxá-lo um pouco para baixo, para não ficar próximo do nariz e ouvir-se a respiração. A qualidade do microfone externo é óptima para um headset e tem vários níveis de supressão de ruído, que podes alterar conforme o ambiente no qual de encontras. O microfone interno não é nada mau e serve perfeitamente para atender chamadas. Se não queres isolamento total do mundo, podes configurar na app da Astro, na aba sidetone, o volume de som captado pelo microfone.

Design

Tem mais qualidade do que a maioria dos headsets gaming. Grande parte da estrutura é de plástico, mas apresenta resistência, firmeza e tem um toque agradável. A banda para a cabeça na parte inferior está revestida de uma borracha suave. As almofadas estão envolvidas em pele sintética macia e com espuma fofa no interior. Os auriculares rodam 90 graus e podes ajustar o comprimento dos pilares laterais em cerca de 5 cm. Ambas as almofadas podem ser removidas facilmente, por estarem agarradas ao headset por íman. Durante a nossa experiência, nunca saíram do seu sítio. Novas almofadas podem ser adquiridas no site da Astro, uma medida para viabilizar a utilização deste headset durante ainda mais tempo.

Conforto

Para um headset sem fios, o Astro A30 consegue ser leve. Pesa 345g, o que é um ponto chave para ser confortável durante longos períodos tempo. A tensão nas têmporas não é exagerada, apenas o suficiente para garantir que não sai do sítio. Para quem usa óculos, o conforto acaba mais rápido. Pode demorar 2 ou 3 horas mediante as hastes que tenhas, mas vais começar a sentir um ligeiro desconforto. No Verão, o headset pode fazer-te suar se estiveres num ambiente quente, porque tem bastante isolamento.

Bateria

De acordo com as estimativas oficiais da Astro, a bateria do A30 dura até 27 horas. Nos nossos testes, usámos o headset para jogar, para ouvir música, e para atender chamadas. A verdade é que a bateria até dura mais do que as estimativas oficiais. Em cerca de duas semanas de uso diário, deu-nos para cerca 30 horas, um resultado intermédio para um headset sem fios. A bateria é carregada por cabo USB-C, o mesmo que todos os smartphones usam agora (menos o iPhone).

Versatilidade

Não tem cancelamento de ruído nem qualquer tipo de proteção com água e poeiras, mas acabei por utilizá-lo várias vezes fora de casa. Experimentei o headset no ginásio e é viável. O isolamento é muito bom, e sem atingir o volume máximo, consegues deixar de ouvir os barulhos à tua volta. Em dias de sol, também podes utilizá-lo na rua. O design do headset é elegante e subtil, ninguém vai ficar chocado ao ver-te. As placas semi-transparentes nas laterais, com o nome da marca e do modelo, dão uma pitada de estilo, para que não seja um headset de aspeto genérico e igual a tantos outros do mesmo estilo.

Conclusão

O argumento mais fraco do Astro A30 é o preço. O site oficial da Astro marca €249.00. Tem uma qualidade de construção sólida, materiais agradáveis e um bom leque de funcionalidades, mas não vemos justificação para tal valor. Comparativamente a outros headsets gaming, tem algumas vantagens como a bolsa de transporte e bluetooth, com capacidade para estar ligado em simultâneo à consola e smartphone (assim, ouves garantidamente as chamadas). Falta-lhe a funcionalidade de ANC (active noise cancelling), que alguns headsets de gaming já começam a ter. É uma boa compra se eventualmente o encontrares por um preço ligeiramente inferior ao oficial.

Prós: Contras:
  • Qualidade de construção e materiais
  • Design elegante, com pormenores subtis
  • Compatível com todas as consolas, PC, e smartphones
  • Podes estar ligado simultaneamente à consola / PC e smartphone
  • Microfone duplo, interno e externo
  • Na app da Astro é fácil ajustar as configurações do heaset
  • O preço é um pouco elevado
  • O conforto é menor para quem usa óculos
  • O mecanismo de controlar o volume do som e equilíbrio jogo / chat é desajeitado

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários