Skip to main content

Stellar Blade | Exclusivo PlayStation 5

Reserva Já - Lançamento a 26 de abril

Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Halo passará para o Unreal Engine, diz Jason Schreier

Futuro da série está a ser planeado.

Image credit: 343 Industries

Halo Infinite não se tornou no sucesso que a 343 Industries e a Microsoft Gaming ambicionavam, o que forçou uma mudança nos planos e o reiniciar da visão para o futuro da mais importante série da companhia norte americana na indústria dos videojogos.

Segundo Jason Schreier do Bloomberg, uma já conhecida fonte não oficial de informações, foram despedidas pelo menos 95 pessoas da 343 (trabalhadores efetivos e a prazo) e muitos criativos importantes saíram, o que significa recomeçar do zero e traçar um novo plano para Halo.

Mesmo que a 343 expanda o atual modelo de colaboração com outros estúdios para as campanhas de Halo, permanecerá no controlo da série. Um dos primeiros e mais importantes passos será mudar o motor de jogo, o Slipspace dará lugar ao Unreal Engine da Epic Games.

Schreier diz que as suas fontes no estúdio falam no "Projecto Tatanka" como o primeiro esforço Halo com o Unreal Engine. Tatanka está a ser desenvolvido em conjunto com a Certain Affinity e o que começou como um battle royale poderá evoluir para algo diferente.

A mudança para o Unreal tornará mais fácil desenvolver os jogos Halo, mas dentro da 343 existe a preocupação que isto possa mudar negativamente a sensação do gameplay dos jogos da série.

Schreier partilhou ainda que vários funcionários na 343 já estavam a trabalhar em protótipos e ideias para novos jogos Halo desenvolvidos com o Unreal Engine, mas muitos foram despedidos e neste momento a 343 ainda não trabalha em novo conteúdo de história para Halo.

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Halo: Infinite

Xbox One, Xbox Series X/S, PC

Related topics
Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.
Comentários