Skip to main content

Há outro produtor indie a criticar a PlayStation, queixa-se as vendas são inferiores a 3%

"É a nossa pior plataforma."

As críticas à PlayStation de Iain Garner, o co-fundador do estúdio independente Neon Doctrine, encorajaram outro produtor a tornar públicas as suas queixas relativas às políticas da Sony para as suas consolas.

Matthew White, o CEO da White Thorn Games, apanhou "boleia" da publicação de Iain Garner e queixou-se das vendas nas consolas PlayStation, partilhando um gráfico circular onde mostra a fatia de vendas de cada plataforma.

As consolas PlayStation são as que têm a fatia menor, alegadamente menos de 3% do bolo total. As plataformas com as maiores fatias são a Nintendo Switch, seguida do ecossistema Xbox.

"PX é a nossa pior plataforma, pior do que sistemas de um canalizador bem conhecido ou super-soldado. Também é pior do que plataformas livres de DRM como Itch, etc. No mês passado fizemos mais no Google Admob," escreveu White.

Uma das queixas deste produtor é que ferramentas tradicionais de marketing, como analytics e CPM, não existem na PlayStation. Outra queixa é relativa à comunicação, com emails que demoram meses a chegar.

"Em média, as respostas de emails são em meses, não em semanas ou dias. Não temos visibilidade ou comunicação com o que está a acontecer na PX. Demorou mais de outo meses para recebermos os kits PX, apesar de termos várias IPs confirmadas."

Será que mais produtores indepdenentes vão juntar-se a esta discussão no decorrer dos próximos dias?

Lê também